AO VIVO Últimas Notícias
22/07/2022 11h40 | Atualizado em 24/09/2022 14h52

Deus é amor, mas o bar é universal: Salvador tem mais bares que igrejas e farmácias; veja levantamento completo

Para resolver esse mistério, não tão misterioso, recorremos aos dados oficiais dos estabelecimentos registrados e regularizados. Mas vale acrescentar que, como diversos estabelecimentos não estão nessa condição, o número real pode ser bem maior.

Deus é amor, mas o bar é universal: Salvador tem mais bares que igrejas e farmácias; veja levantamento completo Foto: reprodução/redes sociais
Lucas Pereira

Nunca a fotografia acima, que viralizou nas redes sociais, fez tanto sentido. Deus é Amor, mas o bar é universal, e Salvador comprova que o meme é certo: bar tem mais poder que igrejas. Levantamento do Aratu On mostra que a capital tem mais estabelecimentos que vendem bebidas em relação aos que pregam a palavra do Senhor. 

LEIA MAIS: Sinônimo de riqueza em 50, cines da Baixa dos Sapateiros desabam no esquecimento e um sobrevive com encontros e pornografia LGBT

LEIA MAIS: Os fantasmas do Vila Velha: funcionários de teatro em Salvador garantem conexão até com ex-fundador morto em 79; "tem gente cuidando da gente"

De acordo com a Secretaria da Fazenda de Salvador (Sefaz), somando os três tipos estabelecimentos, são 8.147 unidades em Salvador. O valor é tão significativo que, considerando a estimativa do Censo 2010 para o número de habitantes da soterópolis em 2021, para cada 355 pessoas, há uma igreja, bar ou farmácia.

Ainda fazendo um comparativo raso, a estatística de bares, igrejas e farmácias na cidade é quase quatro vezes a quantidade de instituições de ensino superior no Brasil, 2.457.

Fomos além e, ainda respondemos à pergunta: quais bairros possuem mais igrejas, bares ou farmácias? Apesar de cada localidade ter suas particularidades, seja por conta de sua posição geográfica ou suas características econômicas e sociais, muitas regiões, curiosamente, tendem a ter esses estabelecimentos com maior frequência. 

BAIRROS (1)

IGREJAS 

IGREJ

Baiano que é baiano já ouviu aquela frase: Salvador tem uma igreja para cada dia do ano. Se considerarmos as igrejas católicas, evangélicas, protestantes e Testemunhas de Jeová, tem igreja para pouco mais de dois anos. De acordo com a Sefaz, dos templos registrados e com alvarás de funcionamento, são 886 unidades.

Porém, diversos estabelecimentos, sobretudo os mais recentes, não se registram na Prefeitura, funcionando irregularmente. Na prática, existe uma igreja ou templo religioso para cada 3.273 pessoas. Tem mais igrejas que unidades de saúde da família em Salvador. Atualmente, são 159 USFs do município.

O bairro de Pernambués é o que concentra o maior número de igrejas: 27. A localidade é seguida por Itapuã (24) e Federação (23). 

FARMÁCIAS

FARM-C

Esses estabelecimentos foram os mais procurados ao longo desses dois anos da pandemia de Covid-19. As farmácias, que já estavam em expansão há cerca de seis anos, ganharam um novo fôlego com a emergência sanitária. Segundo a Sefaz, 1.628 farmácias estão registradas na cidade.

Para além do registro na Secretaria da Fazenda, é preciso ter uma filiação ao Conselho Regional de Farmácia do Estado da Bahia (CRF-BA). De acordo com a coordenadora do setor fiscalização do órgão, Lorena Almeida, o CRF tem um papel importante no funcionamento desses estabelecimentos.

“Nossa função é fiscalizar o exercício profissional farmacêutico, bem como a verificação das atividades do profissional e dos estabelecimentos”, afirma. Lorena acrescenta que algumas farmácias não apresentam registro no CRF, seja de maneira intencional ou porquê se desfiliam em um determinado momento e não se regularizam posteriormente.

“São aqueles que operam sem um profissional farmacêutico, ainda que tenham registro. Já os estabelecimentos que atuam na ilegalidade não têm registro no CRF, não têm CNPJ e nunca apresentaram um responsável técnico”.

Para os locais que operam de maneira errada, o Conselho, após vistoria, pode multar e comunicar para os órgãos competentes, como a Vigilância Sanitária e o Ministério Público, que têm poder para fechar o estabelecimento.

De 2018 para cá, foram abertas 425 novas drogarias na cidade e outros 13 estabelecimentos que realizam manipulação de fórmulas. Assim, com esse crescimento da rede, para cada 1.781 pessoas, existe um estabelecimento farmacêutico. 

Na capital, o bairro da Pituba é, disparado, o que mais tem farmácias: 78, contra 51 comércios semelhantes no Caminho das Árvores e 50, de São Cristóvão. 

BARES

b2

Após o sagrado e o saudável, vamos para o profano. Líder no nosso levantamento, a quantidade de bares em Salvador é de 5.633, segundo a Sefaz. Se somarmos ao número de depósitos, o valor sobe para quase 18 mil. 

Tem mais bares em Salvador do que municípios no Brasil, 5.569, contando com o Distrito Federal, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com essa quantidade de bares, biroscas, budegas e afins, existe cerca de um desses locais para cada 514 habitantes de Salvador.

Veja relação dos bairros com maior concentração de bares e depósitos:

  • PITUBA – 227 estabelecimentos;
  • ITAPUÃ – 214 estabelecimentos;
  • RIO VERMELHO – 194 estabelecimentos.

 

Estabelecimentos diversos que, literalmente, encontramos a cada esquina cruzada. Se os bares e as igrejas passaram por momentos complicados nos últimos dois anos pandêmicos, as farmácias encontraram um terreno fértil para ampliarem sua expansão. De qualquer modo, a cidade do axé, do acarajé e da capoeira também pode ser chamada de “a cidade dos bares, igrejas e farmácias”.

*Sob supervisão do editor, Jean Mendes

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!

Fonte: Lucas Pereira*