AO VIVO Últimas Notícias
16/11/2023 12h33 | Atualizado em 16/11/2023 12h33

Adolfo Menezes diz que não recusará reeleição na AL-BA caso tenha apoio dos deputados

“Se a maioria quiser, eu não vou recusar”, disse

Adolfo Menezes diz que não recusará reeleição na AL-BA caso tenha apoio dos deputados Foto: Divulgação
Matheus Caldas

Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Adolfo Menezes (PSD) afirmou que não recusará a possibilidade de se candidatar à reeleição, caso seja viabilizada a manobra que lhe possibilite a possibilidade do terceiro mandato seguido na Casa.

“Se a maioria quiser, eu não vou recusar”, disse, nesta quinta-feira (16/11), à Rádio Metrópole.

Internamente, se discute a chamada PEC da Reeleição. A manobra ainda não foi protocolada, mas, nos bastidores da Casa, especula-se que a proposta teria adesão de 50 dos 62 deputados estaduais. Formalmente, este tipo de texto necessita de 21 assinaturas para começar a tramitar.

Menezes relembrou que foi ele o autor da PEC para acabar a reeleição na AL-BA. Segundo ele, o projeto foi apresentado porque Marcelo Nilo (hoje Republicanos), que já tinha presidido a Casa por 10 anos, “queria ficar eternamente” no posto.

O chefe do Legislativo estadual ainda reconhece que o líder da oposição, Rosemberg Pinto (PT), ficou chateado com a iminente manobra.

“Colegas nossos vendo que no Brasil inteiro as Assembleias permitem [a recondução]. Então, está circulando uma lista que tem quase 50 deputados dos 62 com assinaturas para tramitar [a PEC]. O deputado Rosemberg é candidato, como Ivana [Bastos]. Todos têm direito de pleitear. E soube de Rosemberg [ter ficado descontente], mas depois ele se acalmou. Na hora, ele reagiu. Até falei?: ‘Rosemberg não faça isso’”, relatou.

Adolfo Menezes está no segundo mandato como presidente da Assembleia. Segundo regimento da AL-BA, não há reeleição dentro da mesma legislatura – o deputado se reelegeu entre a 19ª e a 20ª legislaturas.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no InstaFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!