AO VIVO Últimas Notícias
13/12/2022 06h34 | Atualizado em 13/12/2022 09h20

Bolsonaristas tentam invadir sede da PF em Brasília e ateiam fogo em veículos; vídeos

Ele teve a prisão decretada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes

Bolsonaristas tentam invadir sede da PF em Brasília e ateiam fogo em veículos; vídeos Foto: reprodução/Twitter
Juana Castro

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) tentaram invadir a sede da Polícia Federal (PF) em Brasília, na noite dessa segunda-feira (12/12), após a prisão do pastor indígena José Acácio Serere Xavante por participação em atos antidemocráticos. Ele teve a prisão decretada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Os bolsonaristas iniciaram uma manifestação por volta das 22h dessa segunda-feira, que resultou no fechamento do Setor Hoteleiro Norte e de parte do Eixo Monumental, segundo informou a assessoria de imprensa da Polícia Militar. De acordo com a PM, eles atearam fogo em sete carros e dois ônibus, conforme mostram os vídeos abaixo:

Inicialmente, a tentativa de invasão na PF foi controlada por unidades da Polícia Militar que estavam no local, mas o protesto cresceu e ainda não terminou. A assessoria informou que, além das unidades locais, foram acionadas as equipes táticas, o Batalhão de Choque e a equipe de operações especiais para controlar a situação.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva não esteve em risco em nenhum momento em função das manifestações, informou o  futuro ministro da Justiça, Flávio Dino, em uma coletiva noite desta segunda-feira.

LEIA MAIS: Lula e Alckmin são diplomados no TSE; presidente eleito chora em discurso

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) informou, por meio de nota, que as forças de segurança reforçaram a atuação em toda área central de Brasília "para controle de distúrbios civis, do trânsito e  de eventuais incêndios. As ações começaram em frente ao edifício-sede da Polícia Federal (PF), em decorrência do cumprimento de mandado de prisão, e se estenderam para outros locais da região central."

Segundo a nota, o trânsito de veículos na Esplanada dos Ministérios, na Praça dos Três Poderes e outras vias da região central está restrito, como medida preventiva. A recomendação é que os motoristas evitem o centro da cidade. 

"Destacamos, por fim, que as imediações do hotel em que o presidente da república eleito está hospedado tem vigilância reforçada por equipes táticas e pela tropa de choque da Polícia Militar do Distrito Federal", informou a secretaria.

Com informações da Agência Brasil

LEIA MAIS: Contas da campanha de Jerônimo são aprovadas por unanimidade pelo TRE

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!