AO VIVO Últimas Notícias
14/06/2024 17h45 | Atualizado em 14/06/2024 17h52

‘Não está em um bom caminho’, diz Rui Costa sobre debate em torno do PL do Aborto

Ministro comentou o assunto durante coletiva de imprensa em Salvador, nesta sexta (14)

'Não está em um bom caminho', diz Rui Costa sobre debate em torno do PL do Aborto Foto: Feijão Almeida/GovBa
Juana Castro

*Em colaboração com o repórter Matheus Caldas

“Acho que esse debate não pode ser caminhado para a polarização política, para circunstâncias ideológicas ou religiosas”, disse o ministro da Casa Civil e ex-governador da Bahia, Rui Costa, nesta sexta-feira (14/6), em coletiva de imprensa durante a assinatura da ordem de serviço para o início das obras do VLT de Salvador.

“O debate não pode não deve ser feito nessas circunstâncias, porque haveremos de perder milhares de vidas de jovens que devem ser salvas. Então acho que o debate não está num bom caminho e isso não é uma polarização com o governo”, acrescentou o gestor.

O ministro pontuou que é preciso “salvar todas as vidas, inclusive a da mãe”. “Em circunstâncias, às vezes, fruto de violência, uma jovem engravidar por um ato de estupro e, eventualmente, se vai no desespero e provoca um aborto… Não é porque vai perder uma vida que vai perder duas”, concluiu.

PL DO ABORTO

De autoria do deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), o Projeto de Lei (PL) nº 1904/24 equipara o aborto de gestação acima de 22 semanas ao homicídio simples, ainda que a gravidez seja resultado de um estupro. O texto prevê uma pena maior para a menina/mulher que aborta do que para estupradores.

O texto é assinado por 32 deputados federais, incluindo o baiano Capitão Alden (PL). Nessa quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados aprovou urgência para a proposta, que poderá ser votada nas próximas sessões do Plenário, sem passar antes pelas comissões da Casa. A expectativa é de que seja votado já na próxima semana.

LEIA TAMBÉM:

Deputado baiano apoia projeto que prevê pena maior para aborto que para estupro; saiba quem

Projeto que prevê pena mais forte para quem faz aborto, do que para estupradores, reacende polêmica

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no InstaFacebook e Twitter.  Envie denúncia ou sugestão de pauta para (71) 99940 – 7440 (WhatsApp).