AO VIVO Últimas Notícias
11/07/2022 12h40 | Atualizado em 11/07/2022 12h41

Gripário do Pau Miúdo é reaberto após explosão de casos de Covid-19 no pós-São João; unidade atende 300 por dia

No último domingo (10/7), de acordo com dados da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, foram registrados 1.351 casos de Covid-19 no estado, com uma taxa de crescimento de +0,08%

Gripário do Pau Miúdo é reaberto após explosão de casos de Covid-19 no pós-São João; unidade atende 300 por dia Foto: divulgação/Secretaria Municipal de Saúde
Da Redação

Uma Unidade Dedicada ao Atendimento das Síndromes Gripais, mais conhecida como gripário, foi reaberta pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) nesta segunda-feira (11/7), no bairro do Pau Miúdo, em Salvador. A unidade, que fica em uma área anexa ao Centro de Saúde Maria Conceição Imbassahy, conta com mais de 80 profissionais e tem capacidade para atender 300 pacientes por dia.

LEIA MAIS: Brasil registra mais 56 mortes por Covid-19 e 21,9 mil novos casos de infectados pela doença

O local oferece atendimento 24 horas, sete dias na semana. Em 2021, o gripário chegou a concentrar 58% do total de atendimentos na capital baiana. No último domingo (10/7), de acordo com dados da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), foram registrados 1.351 casos de Covid-19, com uma taxa de crescimento de +0,08%.

“Estamos mobilizando novamente o gripário do Pau Miúdo para assegurar o atendimento de urgência e emergência aos pacientes com quadro clínico respiratório. Aliado a implantação, estamos mais uma vez fazendo um apelo para que as pessoas possam aderir à imunização, uma vez que nosso maior objetivo é promover a prevenção”, explica o titular da SMS, Décio Martins.

EXPLOSÃO DE CASOS PÓS-SÃO JOÃO

Após o feriado de São João, os casos confirmados da Covid-19 aumentaram mais de 300% no estado, segundo boletim publicado Sesab na última quinta-feira (7/7).

Em entrevista ao Aratu On, a infectologista Clarissa Cerqueira Ramos, professora da Escola Baiana de Medicina, falou sobre o aumento de casos pós-São João e apontou as principais orientações para o período. Para a médica, as festividades foram, sim, o estopim para o crescimento.

"O São João é uma festa, assim como qualquer outra, tem contato e proximidade, onde se cria o cenário perfeito e mais acolhedor para a disseminação do vírus da Covid-19", apontou. Antes do feriado, reportagem do Aratu On já alertava para a explosão de casos, que está começando a ser sentida na prática.

Como a médica ressalta, a procura por unidades de saúde está maior, mas, graças à vacinação, as pessoas estão aparecendo com casos menos graves da doença: "Hoje, existe uma demanda muito grande de atendimento nos prontos-socorros. Não temos uma quantidade de pacientes internados. São muitos doentes, mas nem todos graves com necessidade de internação. Devemos muito às vacinas". 

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!

Fonte: Da redação