AO VIVO Últimas Notícias
16/11/2023 11h00 | Atualizado em 16/11/2023 16h02

Bahia é estado com mais mortes em intervenções da PM; 97% dos mortos são negros

Ainda conforme o levantamento, na Bahia, o problema pode ser ainda maior, devido à omissão de cor de pele em algumas mortes

Bahia é estado com mais mortes em intervenções da PM; 97% dos mortos são negros Foto: Divulgação/SSP
Da Redação

O estado da Bahia se tornou o mais violento do Brasil, se analisado o número de mortes decorrentes de intervenções policiais neste ano de 2023. Segundo o levantamento “A Cor da Violência Policial: A Bala Não Erra o Alvo”, da Rede de Observatórios da Segurança, 1.465 pessoas morreram na Bahia, contra 1.330 dos cariocas.

Ainda conforme o estudo, 97% das mortes decorrentes da intervenção policial na Bahia são de pessoas negras. Essa porcentagem se refere ao ano de 2019, visto que, segundo o levantamento, o estado da Bahia não respondeu ao pedido de acesso aos dados referentes a 2023. “Os dados utilizados foram conseguidos de outras maneiras”, destacou a rede.

Ainda conforme o levantamento, na Bahia, o problema pode ser ainda maior, devido à omissão de cor de pele em algumas mortes. Dados de 2019 revelam que cerca de 25 das vítimas não tem sua cor preenchida nos dados oficiais da segurança pública.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), as ações policiais são pautadas dentro da legalidade e que qualquer ocorrência que fuja dessa premissa é rigorosamente apurada e todas as medidas legais são adotadas. “A secretaria informa que investe constantemente na capacitação dos efetivos e também em novas tecnologias, buscando sempre a redução da letalidade e a preservação da vida”, destacaram em nota.

Segundo a Rede de Observatórios, a quarta edição do estudo demonstra o crescente nível da letalidade policial contra pessoas negras. “Em quatro anos de estudo, mais uma vez, o número de negros mortos pela violência policial representa a imensa maioria”, afirma a pesquisadora da rede Silvia Ramos. “A constância desse número, ano a ano, ressalta a estrutura violenta e racista na atuação desses agentes de segurança nos estados, sem apontar qualquer perspectiva de real mudança de cenário”, critica a pesquisadora.

*Com informações da Agência Brasil

LEIA MAIS: Ministério Público denuncia 5 homens pela morte de Mãe Bernadete

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no InstaFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!

Tópicos relacionados