AO VIVO Últimas Notícias
26/11/2022 11h00 | Atualizado em 26/11/2022 11h41

Corpos de vítimas de atentados em escolas do Espírito Santo são velados nesta manhã

A estudante Selena Zagrillo e uma das professoras, Cybelle Passos Bezerra, estão sendo veladas na capela mortuária de Coqueiral. O corpo da professora Maria da Penha Pereira de Melo Banhosm vai ser velado na capela mortuária do bairro Jardins, em Aracruz

Corpos de vítimas de atentados em escolas do Espírito Santo são velados nesta manhã Foto: Redes Sociais
Bruna Castelo Branco

Os corpos das três pessoas assassinadas no atentado a tiros a duas escolas na cidade de Aracruz, no Espírito Santo, estão sendo velados na manhã deste sábado (26/11). As informações são do G1.

Os disparos aconteceram na manhã de sexta-feira (25), a partir das 9h40, em duas escolas de Aracruz: a Escola Estadual Primo Bitti e o Centro Educacional Praia de Coqueiral, um colégio particular que fica na mesma região, em Praia de Coqueiral. O atirador, um adolescente de 16 anos, ex-aluno da escola estadual, estava com uma pistola .40, que pertence ao pai, um policial militar, e um revólver 38.

Uma aluna de 12 anos e duas professoras morreram, e 13 pessoas ficaram feridas. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, divulgado na manhã deste sábado, quatro mulheres e duas crianças estão hospitalizadas. As duas crianças estão em estado grave.

A estudante Selena Zagrillo e uma das professoras, Cybelle Passos Bezerra, estão sendo veladas na capela mortuária de Coqueiral. O corpo da professora Maria da Penha Pereira de Melo Banhosm vai ser velado na capela mortuária do bairro Jardins, em Aracruz.

RELAÇÕES COM NAZISMO

Cerca de 4 horas após cometer o crime e fugir de carro, o atirador, um jovem de 16 anos e ex-aluno de uma das instituições, foi encontrado pela polícia. Ele é filho de um policial militar e usava um símbolo nazista nas roupas no momento em que invadiu as escolas, feriu 13 pessoas e assassinou 3.

Durante uma entrevista coletiva, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), falou que o uso do símbolo nazista já está sendo investigado.

"Ele carregava na sua roupa camuflada um símbolo da suástica. A investigação que vai dizer, mas estamos destacando a existência do símbolo. Alguns jovens têm interação, comunicação com grupos violentos e até nazistas do mundo todo".

LEIA MAIS: Vídeo mostra momento em que atirador invade uma das escolas no Espírito Santo; assista

Na mesma coletiva de imprensa, a polícia informou que os pais do adolescente colaboraram com as investigações e estavam "arrasados". Segundo a polícia, o adolescente vinha planejando o ataque há dois anos. Logo após cometer os crimes, ele fugiu para uma segunda casa da família, onde foi encontrado. Ainda de acordo com a polícia, o atirador fazia tratamentos psiquiátricos.

Câmeras de segurança flagraram o momento em que o atirador invadiu uma das escolas:

LEIA MAIS: Natural do Espírito Santo, Richarlison lamenta ataques com arma de fogo em escolas do estado: "impossível de acreditar"

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!