AO VIVO Últimas Notícias
13/09/2021 13h10 | Atualizado em 13/09/2021 13h12

Rui diz que troca de comando da PM na Barra foi de “entendimento” do coronel Coutinho e não comenta possível mudança na SSP

A reportagem do Aratu On mostrou que o major Jailton Carvalho de Santana foi exonerado do cargo de comandante da 11ª CIPM após sequência de crimes na Barra.

Rui diz que troca de comando da PM na Barra foi de Foto: Instagram/11ª CIPM
Da Redação

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou pela primeira vez, nesta segunda-feira (13/9), sobre a troca de comando na 11ª Companhia Independente da Polícia Militar, localizada no bairro turístico da Barra, em Salvador. Na sexta-feira (11/9), reportagem do Aratu On mostrou que a mudança foi a única registrada na capital baiana. 

Questionado pelo repórter da TV Aratu, Ramon Lisboa, o governador ressaltou que o comandante da PM, coronel Paulo Coutinho, "entendeu que precisou ter mudanças" na CIPM "e que terá sempre que necessário". Perguntado se sabia da exoneração do antigo comandante e nomeação do novo, Rui declarou que "tudo é passado" para ele.

Durante coletiva na inauguração da Policlínica de Serrinha, o petista, pela segunda vez no dia, foi abordado sobre o aumento da violência. Novamente, ele voltou a criticar a Justiça e o governo Bolsonaro. “Eu indico que vocês conversem com um delegado e questionem quantas vezes ele prende a mesma pessoa e a Justiça solta ainda na audiência de custódia".

Ainda sobre o tema, o governador da Bahia não respondeu se pensa em trocar, pela segunda vez, o secretário da Segurança Pública. O atual, Ricardo Mandarino, assumiu a pasta em janeiro deste ano, após investigações que ligam o antigo secretário, Maurício Barbosa, a um "braço" da Operação Faroeste – que apura venda de sentenças judiciais. 

TROCA NA BARRA

A reportagem do Aratu On mostrou que o major Jailton Carvalho de Santana foi exonerado do cargo de comandante da 11ª CIPM após sequência de crimes na Barra. Agora, a unidade será comandada pelo major Uildnei Carlos do Nascimento Rocha, que é piloto de helicóptero do Grupamento Aéreo da PM. 

A localidade convive, desde agosto, com uma sequência de crimes.  No dia 16, um casal em situação de rua teve o barraco incendiado. Adilson Silva Santos, de 25 anos, e sua companheira, identificada como Ana Paula, chegaram a ser socorridos, mas não resistiram. O homem apontado como autor do crime, que também vive em situação de rua, foi preso em um hotel, no Largo Dois de Julho. Uma rixa provocou o duplo homicídio. 

Já na noite de domingo (5/9), um homem morreu e mais duas pessoas ficaram feridas, após serem baleadas no Porto da Barra – que fica a poucos metros da sede da 11ª CIPM -. Segundo a Polícia Civil, as vítimas foram socorridas para o Hospital Geral do Estado onde Rodrigo Cerqueira de Jesus, o “Tosca”, chegou sem sinais vitais.

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação