AO VIVO Últimas Notícias
15/05/2024 10h40 | Atualizado em 15/05/2024 10h47

Pau da Lima terá aplicação de vacina V10 para cães até esta sexta-feira (17)

A vacina V10 protege os animais de doenças como cinomose, parvovirose, coronavirose, adenovirose, parainfluenza, hepatite infecciosa canina, além de quatro tipos de leptospirose

Pau da Lima terá aplicação de vacina V10 para cães até esta sexta-feira (17) Foto: Bruno Concha/Secom PMS
Redação Aratu On

Os tutores de cães podem garantir a proteção dos animais contra 10 doenças através da aplicação da vacina V10, que será disponibilizada de forma gratuita na quinta (16/5) e sexta-feira (17), pela Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-Estar e Proteção Animal (Secis), no bairro de Pau da Lima. A ação acontecerá na Avenida Aliomar Baleeiro (entrada ao lado da Cromotecnica).

Os animais serão atendidos por ordem de chegada, com distribuição de 300 fichas por dia, a partir das 9h. É preciso que o tutor apresente documento de identificação com foto, cartão de vacina do animal (caso tenha), e comprovante de residência.

A vacina estará disponível para aplicação da primeira e segunda doses. Caso nunca tenha tomado a vacina e seja filhote, é preciso obedecer ao intervalo de 21 a 28 dias entre elas, para a aquisição de anticorpos contra as doenças. A dose de reforço também não deve ultrapassar o período máximo de 30 dias para aplicação. Em casos extremos de doença, a vacinação pode ser adiada.

É importante ressaltar que animais doentes, gestantes, lactantes e fêmeas no cio; em uso de antibiótico ou em uso de anti-inflamatório; que passaram por algum procedimento cirúrgico em menos de 20 dias; e com menos de 45 dias de vida não podem ser vacinados.

“A V10 é fundamental na prevenção de doenças como cinomose, parvovirose, coronavirose, adenovirose, parainfluenza, hepatite infecciosa canina, além de quatro tipos de leptospirose, totalizando dez tipos de antígeno”, ressalta a diretora de Proteção Animal da Secis, Michelle Holanda.

A medida municipal visa promover qualidade de vida e saúde aos animais de pessoas de baixa renda, protetores independentes e de ONG’s. A vacina, na rede privada, pode custar até R$ 270. Este ano, o projeto itinerante de vacinação da Secis assegurou mais de 8,6 mil doses, nos esquemas primário e reforço, para os cachorros das localidades de São Bartolomeu, Itaigara, Itapuã e Cajazeiras.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no InstaFacebook e Twitter. Envie denúncia ou sugestão de pauta para (71) 99940 – 7440 (WhatsApp).