AO VIVO Últimas Notícias
31/07/2020 15h20 | Atualizado em 31/07/2020 15h33

Estudo científico aponta que coronavírus pode estar circulando entre morcegos há 70 anos

Estudo científico aponta que coronavírus pode estar circulando entre morcegos há 70 anos

Estudo científico aponta que coronavírus pode estar circulando entre morcegos há 70 anos Foto: ilustrativa/Pixabay
Da Redação

Um estudo realizado por especialistas dos Estados Unidos, Bélgica, Reino Unido e China revelou que o novo coronavírus pode estar em circulação há décadas entre os morcegos. A informação foi divulgada na última edição da revista científica Nature Microbiology.

“Descobrimos que os sarbecovírus –o subgênero viral que contém SARS-CoV e SARS-CoV-2– passam por recombinação frequente e exibem diversidade genética espacialmente estruturada em escala regional na China“, dizem os autores do estudo.

Em busca de identificar a origem do vírus, estes especialistas resolveram analisar a árvore genealógica dele. Eles constataram que a capacidade do novo coronavírus em se ligar aos receptores “parece ser uma característica ancestral compartilhada com vírus de morcego e não adquirida recentemente por recombinação“. 

Três técnicas distintas foram usadas para remover o efeito da recombinação e estipular que o vírus  teria começado a se recombinar em 1948, 1969 e 1982. Todavia, o vírus  tem uma linhagem ancestral que remete ao morcego classificado como RaTG13, o que supõe que o atual surto de Covid-19 tenha tido origem com um único morcego.

Os pesquisadores ressaltam a necessidade da criação de uma "rede global de sistemas de vigilância de doenças humanas em tempo real", como o que identificou os casos incomuns de pneumonia em Wuhan, em dezembro de 2019. 

LEIA MAIS: Dívida pública cresce com aumento de gastos e encerra junho valendo 85,5% do Produto Interno Bruto

 

Fonte: Da redação