AO VIVO Últimas Notícias
09/01/2024 19h56 | Atualizado em 10/01/2024 17h46

Acidente entre caminhão e ônibus na BR-324 é o mais fatal dos últimos 10 anos na Bahia

Número de vítimas representa quase 66% de todas as mortes registradas nos trechos próximos ao local do acidente, em 2023

Acidente entre caminhão e ônibus na BR-324 é o mais fatal dos últimos 10 anos na Bahia
Juana Castro

O acidente envolvendo um caminhão carregado de mangas e um ônibus de turismo, na BR-324, na noite do último domingo (7/1), foi o mais fatal dos últimos dez anos, na Bahia, com 24 mortos. O levantamento é do Aratu On. O ônibus envolvido no acidente de domingo tinha saído de Guarajuba com destino à cidade de Jacobina.

O número de vítimas representa quase 66% de todos as mortes registradas, em 2023, nos trechos próximos ao Km 381 da rodovia, na região norte do estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano passado foram registrados 133 acidentes na altura do posto da PRF de Senhor do Bonfim, (região do acidente do último domingo), resultando na morte de 38 pessoas, além de 200 feridos.

Depois dessa recente colisão na BR-324, próxima às cidades de Gavião e Senhor do Bonfim, o acidente que mais deixou mortos, na Bahia, nos últimos dez anos, ocorreu em janeiro de 2014. Um ônibus que vinha de São Paulo com destino a Paulo Afonso, transportando 31 pessoas, bateu de frente com um trator – que caiu de uma carreta – e deixou 14 mortos na BR-110.

O terceiro acidente mais fatal, nesse mesmo período, também foi em 2014, no mês de novembro, quando oito pessoas morreram em um acidente entre dois carros. Seis das vítimas eram adolescentes e estudantes de um mesmo colégio, do município de Entre Rios, e os outros dois mortos foram o motorista e a mãe de dois dos jovens.

Esse acidente ocorreu próximo à cidade de Esplanada, a 165 km de Salvador. À época, a diretora do colégio falou que os estudantes – que viviam em uma comunidade rural no distrito de Cangurito, pertencente ao Conde, saíram da escola em dois carros, mas seis deles estavam em um mesmo veículo na hora do acidente. “A gente não consegue entender como foram parar juntos num carro só”, disse a educadora Núbia, ao g1. Outros três estudantes foram socorridos com vida.

MAIORES TRAGÉDIAS NAS ESTRADAS BAIANAS

O acidente mais fatal em rodovias brasileiras aconteceu na Bahia, em 1988. Logo, pode ser considerado como a maior tragédia do estado. Naquele ano, um caminhão pau-de-arara capotou e caiu em um precipício na cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, matando 67 romeiros que seguiam de Coração de Maria, no sertão baiano, para São Félix, também no Recôncavo.

A segunda tragédia com mais óbitos foi registrada em dezembro de 2011, na BR-116, trecho de Milagres, a 240 km de Salvador. Foram 36 mortos e 11 feridos após colisão entre um ônibus que levava trabalhadores do corte de cana, um caminhão e uma carreta transportando materiais de escritório.

Os trabalhadores saíram do município de Jateí, no Mato Grosso do Sul, para Pedra e Buíque, no Agreste de Pernambuco. Informações da época dão conta de que o acidente ocorreu logo após uma curva. O motorista da carreta teria perdido o controle e o semi-reboque que ela transportava invadiu a pista contrária, atingindo o ônibus, que foi jogado para fora da pista.

ACIDENTE NA BR-324

A prefeitura de Jacobina decretou luto oficial de sete dias após a tragédia e organizou, nessa segunda-feira (8/1), um velório coletivo para as vítimas em um ginásio de esportes da cidade.

Leia também: Prefeitura de Jacobina divulga lista de vítimas fatais de acidente na BR-324

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no InstaFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!