AO VIVO Últimas Notícias
18/04/2022 10h43 | Atualizado em 18/04/2022 10h45

Bandidos invadem cidade, atacam transportadora de valores, fazem reféns e atiram contra a polícia; assista

Segundo o comandante do 16º Batalhão, coronel Joas Marcos Carneiro Lins, a ação durou cerca de três horas e o alvo era a empresa Proforte, que não chegou a ser roubada. Segundo ele, os criminosos fugiram sem conseguir executar o assalto que tinham planejado.

Bandidos invadem cidade, atacam transportadora de valores, fazem reféns e atiram contra a polícia; assista Foto: reprodução / youtube
Da Redação

Moradores do município de Guarapuava, no interior do Paraná, viveram uma madrugada de terror nesta segunda-feira (18/4). Isto porque, uma quadrilha com cerca de 30 integrantes fortemente armados invadiu a cidade durante ataque a uma empresa de valores.

De acordo com o Terra, três pessoas, entre elas dois policiais militares, ficaram feridas. Os suspeitos incendiaram veículos para bloquear acessos e atacaram o Batalhão da PM. Os reféns foram obrigados a formar um cordão humano em frente à empresa de valores. 

Nas redes sociais, moradores relatam uma "noite de terror" com barulho de tiros, incêndio em veículos e reféns. Vídeos publicados nas redes sociais mostram veículos incendiados nas ruas da cidade.

Os criminosos invadiram a região central em ao menos sete carros blindados e se dividiram. Enquanto um grupo atacava a Proforte, empresa de transporte de valores, outro atirava contra o batalhão.

Dois veículos foram incendiados em frente à unidade para dificultar a saída dos policiais. Outros dois veículos foram queimados na rodovia BR-277, que dá acesso à cidade, segundo o Corpo de Bombeiros.

Segundo o comandante do 16º Batalhão, coronel Joas Marcos Carneiro Lins, a ação durou cerca de três horas e o alvo era a empresa Proforte, que não chegou a ser roubada. Segundo ele, os criminosos fugiram sem conseguir executar o assalto que tinham planejado.

O episódio desta madrugada tem sido comparado ao mega-assalto a um banco de Criciúma, em Santa Catarina, quando cerca de 30 homens com fuzis bloquearam as ruas da cidade, fizeram reféns, incendiaram veículos e roubaram R$ 125 milhões. Esse crime ocorreu em novembro de 2020.

LEIA MAIS: É aposentado ou pensionista? INSS começa a pagar 13º salário em uma semana; fique por dentro

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação