AO VIVO Últimas Notícias
30/09/2021 11h36 | Atualizado em 30/09/2021 12h24

CPI da Covid marca para 20 de outubro a votação do relatório final

A proposta foi feita pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), na abertura da sessão desta quinta-feira (30/9), e aceita pelo relator, Renan Calheiros (MDB-AL).

CPI da Covid marca para 20 de outubro a votação do relatório final Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado
Da Redação

A CPI da Covid marcou para 19 de outubro a apresentação do relatório da comissão, e para o dia seguinte a votação do documento. A proposta foi feita pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), na abertura da sessão desta quinta-feira (30/9), e aceita pelo relator, Renan Calheiros (MDB-AL).

Omar destacou que as datas poderão ser alteradas apenas se surgirem fatos novos sobre temas que ainda não foram tratados pela CPI. Ou seja, questões como tratamento precoce e propina em negociação de vacinas já estão encerradas. "Só se houver um fato muito grave, relevante, do ponto de vista novo, não do que a gente já vem tratando, um fato extra pauta que não foi tratado aqui, nós abriríamos exceção", disse Omar.

Renan concordou com a proposta de cronograma: "Acertadíssimo". Os últimos depoimentos ocorrerão na próxima semana. Segundo Omar, será ouvido na terça-feira (5/9) o empresário Carlos Alberto Sá, sócio da VTCLog, uma empresa de logística com contratos no Ministério da Saúde e responsável pelo transporte de insumos, inclusive vacinas.

Na quarta-feira (6/9), um dos médicos da Prevent Senior, empresa que tem uma rede de hospitais e é acusada de subnotificar mortes por Covid e de promover o tratamento precoce sem eficácia. Na quinta será a vez de um representante da Agência Nacional de Saúde Suplementar.

LEIA MAIS: Vítima de ferimentos, idosa é encontrada morta dentro de quarto em apartamento no bairro de Ondina; polícia investiga o caso

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação, com informações de O Globo