AO VIVO Últimas Notícias
22/05/2023 10h59 | Atualizado em 22/05/2023 10h59

Favorito para assumir CPMI do 8/1, deputado baiano diz que é preciso saber se houve tentativa de golpe

Além de Maia, outro baiano foi indicado para compor o colegiado: o senador Otto Alencar (PSD)

Favorito para assumir CPMI do 8/1, deputado baiano diz que é preciso saber se houve tentativa de golpe Foto: Divulgação / Câmara dos Deputados
Da Redação

O deputado federal Arthur Maia (União-BA), provável presidente da CPMI a partir de 8 de janeiro, ressalta a importância do colegiado em esclarecer se os ataques aos Três Poderes foram uma tentativa de golpe. Em entrevista à coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, Maia destaca a necessidade de registrar na história o que realmente aconteceu naquele dia.

“É fundamental esclarecer para o Brasil o que de fato ocorreu. Não podemos minimizar e considerar normal invadir o Congresso, o Supremo Tribunal Federal e a sede do Executivo, causando destruição. Ainda mais quando há afirmações de que se tratou de uma tentativa de golpe de Estado”, afirma o deputado.

Maia utiliza a analogia de um arrombamento para ilustrar sua posição. “Se você chega em casa e encontra a porta arrombada, não se limita a consertá-la. Você busca entender o que aconteceu”, pontua.

O deputado reconhece a possibilidade de a CPMI seguir a mesma linha de investigação realizada pela Polícia Federal e pela Procuradoria-Geral da República, mas diz que a comissão mista pode conduzir o trabalho de forma transparente e em praça pública.

Além de Maia, outro baiano foi indicado para compor o colegiado: o senador Otto Alencar (PSD).
O deputado é um dos parlamentares oriundos da ala bolsonarista do União Brasil – portanto, com alinhamento mais distante ao atual governo. Ele, inclusive, acompanhou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em agenda a Salvador, em março do ano passado.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!