AO VIVO Últimas Notícias
19/01/2023 16h00 | Atualizado em 19/01/2023 16h02

Alexandre de Moraes pode receber maior honraria da Câmara de Vereadores de Salvador; saiba como

O autor da indicação, o vereador petista Luiz Carlos Suíca, é um dos políticos que defendeu a atuação do ministro durante as eleições de 2022

Alexandre de Moraes pode receber maior honraria da Câmara de Vereadores de Salvador; saiba como Foto: Reprodução
Da Redação

A maior honraria da Câmara de Vereadores de Salvador, a medalha Thomé de Souza, foi indicada ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, (TSE), Alexandre de Moraes. O autor da indicação, o vereador petista Luiz Carlos Suíca, é um dos políticos que defendeu a atuação do ministro durante as eleições de 2022, e nas decisões contra os atos terroristas contra os prédios dos Três Poderes em Brasília. Nesta quinta-feira (19/1), o edil soteropolitano ainda frisou a importância de se manter o sistema democrático intacto para a manutenção das garantias de direitos e do Estado Democrático de Direito.

“O ministro Alexandre de Moraes se destaca na sociedade brasileira e, principalmente, no cenário político, por toda a contribuição à preservação do sistema democrático e manutenção do Estado Democrático de Direito. Esse é o maior legado do ministro da Suprema Corte. A medalha Thomé de Souza é para quem faz jus à honraria. Alexandre de Moraes conduziu o processo eleitoral de forma firme, coesa e plural, de modo que pudesse prevalecer o sistema democrático, em alusão aos princípios constitucionais da legitimidade e regularidade do pleito, bem como a igualdade entre os candidatos. São valiosos e relevantes serviços prestados”, descreve Suíca em parte de sua justificativa.

O vereador também descreve que durante o período eleitoral foi Alexandre de Moraes que garantiu que os brasileiros, principalmente os eleitores nordestinos, conseguissem chegar às urnas para votar. “A atuação do Poder Judiciário foi preponderante. Garantiu que o sufrágio universal dos brasileiros fosse preservado, assim como o resultado das urnas fosse devidamente respeitado, ao conduzir os trabalhos da Justiça Eleitoral de forma célere, firme e implacável, coibindo práticas abusivas ou divulgação de notícias falsas ou fraudulentas, principalmente daquelas escondidas no covarde anonimato das redes sociais, as chamadas ‘fake news’, que tanto marcaram o pleito antecessor [2018]”. 

Suíca reforça que foram adotadas diversas medidas com o objetivo de cessar as agressões ao sistema eleitoral. “Os discursos fantasiosos, as notícias fraudulentas e criminosas contra as urnas, tudo isso foi desmentido e atestado a credibilidade das urnas eletrônicas”. No perfil de Alexandre de Moraes, o vereador salienta que o paulista tem 54 anos, é jurista, magistrado e ex-político brasileiro, exercendo atualmente o cargo de ministro do STF e de presidente do TSE.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos! 

Fonte: Da redação