AO VIVO Últimas Notícias
06/10/2021 14h48 | Atualizado em 06/10/2021 14h50

ACM Neto critica secretário baiano que defendeu legalização das drogas; “não é admissível que venha a público pedir isso”

Mandarino defendeu a legalização no último dia 14 de setembro, ao comentar o crescente número da morte de policiais militares.

ACM Neto critica secretário baiano que defendeu legalização das drogas; Foto: GOVBA e Secom PMS
Da Redação

O ex-prefeito de Salvador e pré-candidato ao Governo, ACM Neto (DEM), criticou o secretário da Segurança Pública (SSP) Ricardo Mandarino ao comentar a violência na Bahia. A declaração do democrata foi dada ao Grupo Aratu nesta quarta-feira (6/10), durante a cerimônia que confirmou o União Brasil, uma fusão do DEM com o PSL. 

Ao ser questionado sobre o tema pelo jornalista Pablo Reis, o político sustentou que a Bahia apresenta altos índices de homicídio em comparação aos demais estados. Além disso, acrescentou que o governador Rui Costa (PT) não deve "transferir a responsabilidade". Para o ex-prefeito, o medo está se alastrando também para cidades do interior.  

"Ao secretário, com todo o respeito ao seu passado [de juiz federal], não é admissível que ele venha a público pedir a legalização das drogas. Lugar de criminoso é na cadeia. Aos dependentes, é preciso tratamento. É preciso inverter essa lógica sobre a Bahia ter os piores índices da criminalidade", criticou ACM Neto. 

Mandarino defendeu a legalização no último dia 14 de setembro, ao comentar o crescente número da morte de policiais militares. "Se você regulamentasse, tributando, quebra o tráfico. Não vão mais matar as pessoas. Aí você tributava, pegava o dinheiro e construía hospitais para drogados. 80% dos homicídios têm relação com o tráfico". 

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação