Traficantes da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, estão comercializando maconha com o rosto da cantora Ludmilla estampado nos pacotes. "A Braba", como o entorpecente está sendo chamado na embalagem, é vendido por R$ 35. 

A embalagem é uma referência à polêmica música da funkeira intitulada "Verdinha". O hit, lançado em novembro do ano passado, foi denunciado pelo deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL), por apologia ao cultivo e a venda de maconha. Além disso, a cantora perdeu contrato com uma marca.

LEIA MAIS: Ludmilla posta vídeos com fumaça misteriosa enquanto canta polêmica música "Verdinha"; assista

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Teaser de verdinha🔥 vem verdinhaaaa. Quem pensou em outras coisas além das verduras maravilhosas da minha fazenda, se deu mal kkkkkk

Uma publicação compartilhada por Ludmilla (@ludmilla) em

Ludmilla afirma que a canção trata de alface. “Que loucura essas marcas que falam de diversidades e cancelam uma campanha por puro preconceito”, desabafou no Instagram em dezembro.

LEIA MAIS: Festival Internacional de Capoeiragem começa no final de janeiro, em Salvador

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.