AO VIVO Últimas Notícias
22/03/2021 14h47 | Atualizado em 22/03/2021 14h47

Integrante do “comando do tráfico” no Sul da Bahia é preso junto com o próprio irmão

Submetralhadora, pistolas e 154 kg de drogas foram encontradas enterrados no quintal da casa

Integrante do Foto: divulgação/SSP
Da Redação

Uma casa que servia de depósito para bandidos no assentamento Santa Rita, situado no distrito de Teixeira do Progresso, no município de Mascote, a 430 km de Salvador, foi descoberta nesta segunda-feira (22/3). Dois irmãos que estavam no local acabaram presos em flagrante.

Seis armas, incluindo uma submetralhadora, e mais de 150 quilos de drogas foram localizados enterrados, na segunda fase da "Operação Nero". Os agentes cumpriam mandados de prisão e de busca e apreensão quando encontraram todas as armas e drogas enterradas no quintal da casa.

Foram achados 106 quilos de maconha, 36,8 quilos de cocaína e 11 quilos de crack, uma submetralhadora, quatro pistolas calibre 9 milímetros, um revólver calibre 44, nove carregadores para pistola, 38 munições para as armas e três balanças guardados em tonéis desenterrados no imóvel.

O titular da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Eunápolis), Moisés Damasceno, enfatizou a captura dos irmãos. “Um deles era uma importante peça na cadeia de comando da organização criminosa atuante em Eunápolis e região”, frisou o coordenador da operação.

No total, 14 suspeitos já foram detidos. “Na primeira fase identificamos e alcançamos, com apoio também da polícia de São Paulo, integrantes do grupo criminoso responsável por incendiar um caminhão de coleta de lixo e três ônibus, entre os meses de outubro e novembro de 2020, em Eunápolis, para inibir a ação policial aterrorizar a população”, lembrou Damasceno. 

LEIA MAIS: Polícia prende 12 integrantes de facção que aterrorizaram o Sul da Bahia com incêndios e mortes

O faro apurado dos cães policiais Luke e Zorro, ambos da raça pastor-belga-malinois, foi fundamental para a localização do material enterrado pelos criminosos para dificultar a atividade policial.  A dupla e o material foram encaminhados para a 23ª Coorpin, onde permanecem à disposição da Justiça. 

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação