AO VIVO Últimas Notícias
26/09/2022 16h49 | Atualizado em 26/09/2022 17h04

“Galã do Tinder”: Homem que acumulou cerca de R$ 200 mil aplicando golpes em mulheres é preso em São Paulo

O golpista sempre agia da mesma forma: usava perfis falsos, seduzia mulheres e, em seguida, as extorquia

Foto: reprodução/ Redes Sociais
Da Redação

Na última quinta-feira (22/9), um golpista que ficou conhecido como "Galã do Tinder" foi preso pela polícia em São Paulo. Ele vem sendo investigado pelo Ministério Público e teve a prisão descretada em dezembro do ano passado. O homem, identificado como Renan Augusto Gomes, estava foragido, mas foi preso após uma perseguição em alta velocidade. 

O golpista sempre agia da mesma forma: usava perfis falsos, seduzia mulheres e, em seguida, as extorquia. Uma mulher que foi vítima do homem conversou com o programa Fantástico, da TV Globo, e falou sobre o prejuízo após aceitar ser sócia do golpista em uma suposta loja de celulares.

Como em outros casos, Renan disse à vítima que tinha um bom emprego, em uma grande empreteira, mas que gostaria de mudar de vida. Para isso, ele pedia dinheiro para abrir uma loja de celulares, em que a vítima receberia uma parte dos lucros sem precisar fazer trabalho algum. 

Uma das mulheres acreditou na história e acabou dando R$ 100 mil em dinheiro vivo para o criminoso. Na reportagem, ela mostrou uma conversa que teve com Renan por celular. 

"Eu nunca ganhei tanto dinheiro, tantas vezes", disse, após a promessa do suspeito. "A hora que você começar a ganhar também… você vai ganhar, está com metade da loja", respondeu o rapaz.

Utilizando-se da mesma história, Renan conseguiu enganar uma segunda vítima, que desembolou R$ 16 mil na susposta loja de celulares. Ela tinha arrecadado este valor com parte de uma recisão. 

"Recebe sua parte, fica de boa. Enquanto a loja estiver comigo, você vai ter sua parte", garantiu o criminoso a ela. 

ENTENDA O CASO 

Renan foi preso na última quinta-feira (22/9), na Zona Oeste de São Paulo, após uma perseguição em alta velocidade pelas ruas de Pirituba, onde chegou a bater em três carros. 

De acordo com a polícia, o suspeito criava perfis falsos em aplitivos de relacionamento e se identificava como Augusto Keiler. As vítimas seguiam sempre o mesmo padrão: mulheres de classe média alta. 

Após se conectar com elas, ele entrava em uma relacionamento sério com as vítimas. O tempo passava, e ele começava a pedir dinheiro emprestado, alegando estar com problemas financeiros ou a vontade de iniciar um novo negócio. 

Logo depois de conseguir a quantia desejada, ele desaparecia e as deixava com dívidas milonárias. Segundo a polícia, a especulação é de que ele tenha conseguido cerca de R$ 200 mil, dinheiro que conseguiu ao aplicar golpes em pelo menos cinco mulheres. 

LEIA MAIS: Saiba como encontrar seu local de votação para o dia das eleições

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!

Fonte: Da redação