AO VIVO Últimas Notícias
23/11/2021 11h29 | Atualizado em 23/11/2021 11h30

Sindicato promete ir à porta de delegacia para protestar contra investigação de professora acusada de ensinar “teor esquerdista”

Segundo a APLB, a educadora ficou abalada emocionalmente e precisou ser hospitalizada após receber a intimação para comparecer à Dercca, onde foi registrada a ocorrência na última terça-feira (17/11)

Sindicato promete ir à porta de delegacia para protestar contra investigação de professora acusada de ensinar Foto: redes sociais
Da Redação

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB-BA) organiza para esta quarta-feira (24/11), às 14h30, uma manifestação em apoio à professora de filosofia do colégio estadual Thales de Azevedo, que foi intimada a comparecer na Delegacia de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca).

A profissional foi acusada de ensinar conteúdos de teor “esquerdista” e de “doutrinação feminista” por uma aluna. Segundo a APLB, a educadora ficou abalada emocionalmente e precisou ser hospitalizada após receber a intimação para comparecer à Delegacia de Repressão a Crimes contra Crianças e Adolescentes (Dercca), onde foi registrada a ocorrência na última terça-feira (17/11). 

Para o coordenador-geral da APLB, Rui Oliveira, quarta-feira é um dia de luta e total solidariedade à professora intimada. “O que aconteceu na escola Thales de Azevedo pode acontecer em qualquer escola da Bahia e do Brasil. Por isso, vamos dar um basta! Convocamos os trabalhadores e trabalhadoras em Educação, redes estadual e municipal, estudantes, pais e mães de alunos, a comunidade escolar e a sociedade em geral para juntos defendermos a liberdade de ensinar e aprender”, disse.

Em nota, a APLB informou que repudia veemente à intimação e toda e qualquer tentativa de silenciamento aos docentes e a mordaça à liberdade acadêmica ou autonomia pedagógica.

“Chega de negacionismo! Quarta-feira à tarde a aula vai ser em frente à DERCCA. Vamos todos dizer NÃO à ditadura e a censura. Ninguém vai calar a voz dos educadores e educadoras da Bahia e do Brasil”, destaca Rui Oliveira.

LEIA MAIS: De novo? Internautas acusam Adele de plagiar Chico Buarque e Tom Jobim em nova música; ouça

LEIA MAIS: Deu ruim! Homem é expulso de restaurante por comer demais: 'isso é um defeito?'

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação