AO VIVO Últimas Notícias
24/08/2021 10h08 | Atualizado em 24/08/2021 10h45

Anote aí! Dez dicas ‘qualidade’ para sobreviver à gasolina batendo nos R$ 7

O alto custo para abastecer traz grande impacto no orçamento, especialmente entre aqueles que usam carro ou moto como ferramenta de trabalho.

Anote aí! Dez dicas 'qualidade' para sobreviver à gasolina batendo nos R$ 7 Foto: ilustrativa / Pixebay
Da Redação

Combustível mais utilizado no Brasil, a gasolina tem sofrido sucessivos aumentos nas refinarias e hoje o litro já passa de R$ 7 em algumas regiões do país. Em Salvador, o litro custa, em média, R$ 5,95. Está "barril, pai!".

Abaixo, segue algumas dicas listadas para reduzir o consumo e, é claro, poupar um pouco o orçamento mensal. 

1 – Calibre corretamente os pneus do carro

Pneus abaixo da pressão ideal aumentam a superfície de contato com o solo. Com isso, fazem com que o motor utilize mais energia para manter o carro rodando, elevando o consumo. Por outro lado, pneus cheios demais deixam o veículo muito "duro" e podem reduzir a vida útil de componentes da suspensão.

2 – Dirija com suavidade e antecipe manobras

Antecipar frenagens, não "esticar" as marchas e fazer as trocas na rotação certa, por exemplo, são mandamentos que não apenas aumentam a autonomia a cada abastecimento – também contribuem para poupar freios e outros componentes e reduzem as emissões de poluentes. Acelere e freie de forma gradual e utilize o freio-motor nas reduções de velocidade.

3 – Verifique regularmente o alinhamento das rodas

Outro fator que eleva o consumo de combustível e contribui para o desgaste prematuro dos pneus são rodas desalinhadas, destaca o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária). Em média, a recomendação é checar o alinhamento a cada 10 mil quilômetros rodados ou quando você percebe que o veículo está "puxando" para um lado.

4 – Troque o óleo e o filtro dentro do prazo

Cheque o nível do óleo do motor semanalmente e substitua o lubrificante no prazo e/ou na quilometragem recomendados no manual. O mesmo vale para filtros.

5 – Não deixe motor ferver e cheque válvula do radiador

Não deixe de verificar o sistema de arrefecimento do motor nas revisões do veículo, pois rodar acima da temperatura ideal é um dos fatores que faz seu carro "beber" mais do que deveria.

6 – Confira o estado de cabos, velas e filtro de ar

Outro fator que impacta negativamente o gasto de combustível são velas e respectivos cabos em más condições. Esses componentes são essenciais para promover a queima ideal do combustível e perdem a eficiência com o tempo. 

7 – Cheque o catalisador e o escapamento

Responsável por converter gases tóxicos resultantes da queima do combustível em água, gás carbônico e nitrogênio, o catalisador eleva o consumo e as emissões caso esteja danificado.

8 – Fuja de combustível adulterado

Abastecer com gasolina "batizada" é uma das causas mais comuns para o aumento no consumo. Produtos usados para aumentar o volume do produto comercializado na bomba, como solvente, fazem o veículo perder rendimento e podem danificar uma série de componentes internos. Consequentemente, o sistema de injeção acaba colocando mais combustível no motor.

9 – Nada de carregar peso sem necessidade

Manter o porta-malas e a cabine cheios de coisas das quais você não precisa só faz aumentar o peso do veículo, exigindo mais do motor e fazendo o consumo subir.

10 – Utilize o ar-condicionado corretamente

O ar-condicionado pode aumentar em 20% ou até mais o consumo de combustível, pois o compressor do equipamento é acionado por correia ligada ao motor.Sse o clima não estiver muito quente, evite colocar o resfriamento no máximo.
 

LEIA MAIS: Segunda Turma do STF derruba condenação de Geddel e irmão por associação criminosa

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003

Fonte: Da redação