AO VIVO Últimas Notícias
17/04/2024 08h55 | Atualizado em 17/04/2024 08h55

Começa hoje 5ª edição da Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba

Neste primeiro dia de programação serão exibidos dois curtas-metragens: "A Menina que Queria Voar", dirigido por Tais Amordivino, e "Sèt Lam", dirigido por Vincent Fontano

Começa hoje 5ª edição da Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba Foto: Divulgação/Mimb
Lucas Pereira

A 5ª edição da Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba (MIMB) começa nesta quarta-feira (17/4), no Teatro Sesc Pelourinho, em Salvador, a partir das 18h30. A cerimônia de abertura contará com uma ação institucional com as idealizadoras e produtoras do festival, a exibição de curtas-metragens, além de performances musicais, incluindo a cantora baiana Rachel Reis.

O evento é gratuito e aberto ao público, sendo necessária apenas a retirada de ingressos na plataforma Sympla. A programação completa da Mostra, que segue até o dia 27, pode ser encontrada no site do evento. As atividades vão acontecer em diversos locais de Salvador como o Pelourinho, o Goethe-Institut e os espaços Boca de Brasa.

Neste primeiro dia de programação serão exibidos dois curtas-metragens: “A Menina que Queria Voar”, dirigido por Tais Amordivino, e “Sèt Lam”, dirigido por Vincent Fontano. Além da cantora Rachel Reis, indicada ao Grammy Latino em 2023, haverá ainda a apresentação da DJ Nai Kiese.

Para Daiane Rosário, idealizadora e diretora do festival, a 5ª edição da MIMB representa a “consolidação de um trabalho árduo, feito com muita sensibilidade a partir de uma demanda que nosso povo tem, que é se ver e se sentir representado”. Ainda segundo ela, o cinema “conecta esse universo, não só com sua linguagem lúdica, mas de uma forma séria e comprometida com a comunidade”.

O evento é patrocinado pelo projeto Salcine, lançado pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), cujo objetivo principal é desenvolver núcleos de produção, criação e economia do mercado de audiovisual soteropolitano.

“Compreendemos o audiovisual como uma potência econômica que movimenta diversas cadeias, e impulsionar o acesso dos nossos realizadores ao grande mercado é também uma forma de tornar o audiovisual soteropolitano cada vez mais maduro. Consequentemente, aquecendo ainda mais nossa economia”, destacou Milena Anjos, coordenadora de Audiovisual da Secult.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no InstaFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira em seus grupos!