AO VIVO Últimas Notícias
20/12/2021 18h13 | Atualizado em 20/12/2021 18h16

Bloco Muquiranas desiste de se apresentar no Carnaval 2022 e reclama de “falta de um posicionamento definitivo”

O bloco já havia lançado a fantasia para a festa, os dias de desfile em cada circuito e as bandas. Na época, os dirigentes chegaram a falar que não havia um "plano B" caso não acontecesse a folia. 

Bloco Muquiranas desiste de se apresentar no Carnaval 2022 e reclama de Foto: redes sociais/Instagram/@asmuquiranasoficial
Da Redação

Um dos blocos mais tradicionais de Salvador, as Muquiranas não irão desfilar no Carnaval 2022 se houver folia. A decisão, publicada nesta segunda-feira (20/12) nas redes sociais da agremiação, contrapõe o que os dirigentes haviam dito no mês passado.

Na época, o grupo anunciou que os associados desfilariam no sábado, com a banda Parangolé; na segunda, ao som de Psrico; e terça-feira, sob o comando da Pagod’art, integrando a programação do circuito Osmar (Campo Grande/Avenida).

LEIA MAIS: Em meio à polêmica do Carnaval, Muquiranas apresenta atrações e fantasia

Agora, o bloco critica a falta de decisão do poder público sobre o Carnaval. "Diante das incertezas de um Carnaval seguro e bem realizado, sobretudo devido à falta de um posicionamento definitivo e oficial por parte das autoridades, As Muquiranas informa que irá adiar o desfile", diz o comunicado.

Para aqueles que já haviam comprado a fantasia para o folia, as Muquiranas divulgou que o valor pago já irá garantir o passaporte para 2023. "Lamentamos não poder viver a grande emoção que é estar na Avenida, mas entendemos que é apenas mais um ano de espera pra uma vida inteira de curtição no Melhor Bloco do Brasil", confirmou.

"SEM PLANO B"

A fantasia escolhida para 2022 era "Barbie – A doutora da Alegria". "Não é uma fantasia de profissionais da saúde, a nossa fantasia é a Barbie – A Doutora da Alegria. A Barbie, que é uma mulher de vanguarda, que existe há mais de 60 anos, uma mulher que representa raças, etnias, países, ou seja é uma boneca de vanguarda. Então escolhemos que essa boneca chegasse para homenagear os profissionais da saúde", informaram, na época do lançamento. 

Além disso, os chefes da agremiação afirmaram que não havia um "plano B" de realizar Carnaval “indoor” caso o Carnaval de rua, em formato tradicional, não aconteça. "Queremos um Carnaval seguro, obedecendo as regras impostas pela OMS. Agora o Governo vai dizer qual é o Carnaval que ele quer, se vai ter em cada bairro, em cada esquina ou organizado. Porque aqui por exemplo, o folião de As Muquiranas, só pegará a fantasia se estiver com as duas dose da vacina e o mesmo vai acontecer nos camarotes. Está faltando a responsabilidade do poder público em assumir e colocar essas regras em prática", disse um dos diretores do bloco As Muquiranas, Washigton Paganelli, também coordenador executivo do Conselho Municipal do Carnaval (COMCAR).

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação