AO VIVO Últimas Notícias
04/04/2020 19h27 | Atualizado em 14/04/2020 07h32

Presidente da Caixa alerta que banco não envia mensagens para cadastro no auxílio emergencial de R$ 600

Presidente da Caixa alerta que banco não envia mensagens para cadastro no auxílio emergencial de R$ 600

Presidente da Caixa alerta que banco não envia mensagens para cadastro no auxílio emergencial de R$ 600 Foto: Sérgio Lima/Poder 360
Da Redação

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, emitiu um alerta para a população informando que o órgão não vai enviar nenhum tipo de mensagem para cadastrar trabalhadores informais com direito ao auxílio emergencial de R$ 600.

O presidente declarou que é o próprio beneficiário que deverá procurar o banco por meio dos canais oficiais da instituição financeira (internet, central telefônica e pelo aplicativo que será lançado na terça-feira (7/4), para registrar os trabalhadores que não estão no cadastro único do Governo, nem no Bolsa Família).

O governo divulgou que, no início da próxima semana, deverá anunciar o calendário de pagamentos. Além disso, a Caixa Econômica Federal estuda a abertura de empréstimo para microempreendedores com juros de 6 a 7% ao ano. O trabalho está sendo realizado em parceria com o Sebrae.

“Neste governo nós não temos essa discussão em relação a privatizar a Caixa. O que existe são conversas para abrir o capital de subsidiárias de seguro, cartões, gestão de patrimônio. Quero reforçar, não será o presidente Jair Bolsonaro que entrará na discussão de privatizar a Caixa. A gente respeita totalmente, 100%, a posição do presidente.  O que acontece com a Caixa é que ela tem um papel social claríssimo. O que fica claro é que, se ela algum dia ela não for mais estatal, alguém tem que fazer esse serviço”, destacou.

LEIA MAIS: Carlos Vereza é atacado nas redes sociais após romper com Bolsonaro

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação