Culturahá mais de 4 anos. Fonte: Da redação

A luta pela monocultura do abadá: após oito anos Os Palhaços do Rio Vermelho mantém tradição

Creditos da foto:Divulgação
A luta pela monocultura do abadá: após oito anos Os Palhaços do Rio Vermelho mantém tradição

O início foi em 1986, na Rua Ilhéus, no famoso bairro do Rio Vermelho onde o artista plástico Ruy Santana percebeu que a rua não estava mais interessante para brincar o carnaval e a fantasia já tinha sido substituída por mortalhas e abadás. Daí surgiu o Movimento Cultural Palhaços do Rio Vermelho, resgatando a fantasia, os desfiles das marchinhas dos antigos carnavais principalmente o Bando Anunciador do Carnaval, que existia no Rio Vermelho na década de 50/60. A manifestação compõe a diversidade e a preservação do bairro no verdadeiro pré-carnaval de cunho popular.

?No começo éramos 20, só confeccionávamos as perucas e a fantasia era livre, a maquiagem ficava por conta dos amigos artistas plástico. A intenção era sair com atitude, minha causa principal de atitude era a minha forma de protestar com alegria e brincadeira. Um protesto contra a monocultura do abadá?, revela.

O símbolo do paradoxo, do tudo ou nada, da alegria ou da tristeza, da sabedoria ou da ignorância, dos opostos complementares, tornou-se referência para outros blocos.

?Tivemos um período afastados da folia momesca e na nossa volta levamos Os Palhaços para dentro dos Mascarados, em 2010, até formamos uma ala de palhaços. Aí foi o impulso que precisávamos para retornar, mas com uma condição – ser no Rio Vermelho. Deixamos de ser bloco dos Palhaços passamos a ser Movimento Cultural Palhaços do Rio Vermelho. O ciclo histórico da nossa atitude tinha criado uma atitude mais ampla. A aceitação irrestrita e adesão da comunidade do bairro era de total apoio?, explica Ruy.

Para o desfile de 2018, os Palhaços vão intensificar ainda mais a sua atuação, ampliando as intervenções artístico-cultural no bairro. O Movimento vai aproximar várias linguagens artísticas como artes plásticas, circenses e teatrais, através de ações que vão transformar o Rio Vermelho em um grande picadeiro cultural.

A ideia é promover eventos que vão levar aos espaços públicos e privados milhares de pessoas, entre crianças, jovens e adultos que, movidos pela magia da figura do palhaço, transmitam a alegria e a leveza do circo, dos antigos carnavais sem cordas e a cultura da paz.

Apresentação

Com um público estimado de 6 mil pessoas desfilando pelas ruas do bairro do Rio Vermelho, gratuito, sem cordas, muita fantasia e participação da comunidade do bairro, com a presença de crianças, jovens, adultos e idosos, turistas, artistas e baianos de todas as partes. O desfile dos Palhaços do Rio Vermelho é um tributo à diversidade, à paz e à alegria.

A concentração será às 17h, na Quadra Esportiva na Rua da Paciência, com maquiadores, pernas de pau, malabaristas, palhaços, baianas, grupos folclóricos e culturais que animam a população do bairro para o cortejo, que seguirá até a Rua Fonte do Boi, acompanhado pela Banda Marmelada, Grupo Folclórico Zambiapunga de Taperoá, Os Enlatados de Madre de Deus (Bloco da Latinha), Ala das Baianas, Bagunçaço, As Xicas, Pau de Fita, grupo circense, entre outras manifestações. O desfile sai às 19h em direção as Ruas Odilon Gomes e Guedes Cabral, finalizando na Fonte do Boi.

Zambiapunga de Taperoá

O zambiapunga é uma herança africana. Ele chegou à Bahia trazido pelos negros bantos, escravizados na região do Congo-Angola e usados na Bahia para o incremento de atividades agrícolas, plantio de canaviais do Recôncavo e de grandes extensões de dendezeiros na região do litoral Baixo-Sul. É exatamente nesta região onde se concentra o zambiapunga, um folguedo que não existe em nenhum outro lugar do Brasil. Na África, até hoje há festas de mascarados com este mesmo nome, feitas para homenagear os ancestrais.

Na cidade baiana de Taperoá, onde a tradição é mais forte, a festa acontece, tradicionalmente, na madrugada de 1º de novembro, dia de Todos os Santos e véspera de Finados.

Grupo Cultural Bagunçaço

A mobilização denominada Movimento de Bandas de Lata teve início em 1991 e foi institucionalizada em 1992, com o nome de Grupo Cultural Bagunçaço. O Bagunçaço possui um trabalho que vai além das fronteiras de sua unidade central e atinge organizações comunitárias e inúmeras escolas da região. Mantém em Moçambique o projeto ?Instituto Juvenil Bagunçaço?. Todos os projetos desenvolvidos têm como propósito retirar as crianças das ruas. Acredita que a arte-educação é a chave que abre a possibilidade de transformar um anônimo em sujeito de sua própria história, da sua comunidade e do seu grupo étnico.

Proporcionar a crianças e adolescentes dos Alagados, atividades culturais e artísticas a fim de ocupar o tempo ocioso, evitando que os mesmos façam parte das estatísticas de criminalidade do país. O projeto irá promover oficinas musicais, de informática, de TV e de reforço escolar, com o objetivo de desenvolver o senso crítico, ecológico e a cultura da paz do indivíduo.

Os Enlatados de Madre de Deus (Bloco da Latinha)

Através da magia da figura do Palhaço, o nosso desfile dá a todos a possibilidade de participar de um grande circo a céu aberto, com interação entre as atrações circenses e os foliões. Propomos a criação de um espaço onde a beleza e a alegria do circo estão presentes de forma participativa.

Através da magia da figura do Palhaço, o nosso desfile dá a todos a possibilidade de participar de um grande circo a céu aberto, com interação entre as atrações circenses e os foliões. Propomos a criação de um espaço onde a beleza e a alegria do circo estão presentes de forma participativa.

Homenageados

Sr. Manteiga – Joaquim Manoel dos Santos.

80 anos, é o pescador mais antigo da colônia Z1, seu número de inscrição é 11. Em 67 anos de pescaria, ele se especializou em tarrafa de mergulho e de rede, uma raridade. Pescava agulha, xaréu, guaricema e petitinga, o que viesse na rede. É um dos fundadores da festa de Iemanjá, também participa da Galeota ?Gratidão do Povo?, há 43 anos faz parte da procissão do Bom Jesus dos Navegantes, sendo um dos marujos mais antigos.

Carmela Talento

Jornalista e moradora antiga do Rio Vermelho. Já foi repórter, editora, coordenadora chefe de assessoria, assessora de imprensa e secretária de comunicação. Antenada, acompanha de perto a política e tem a certeza que o Brasil só vai mudar quando a educação for tratada como prioridade máxima. A simplicidade é a sua principal característica. É a criadora do blog do Rio Vermelho.

Reisado

Pelos Palhaços do Rio Vermelho já passaram grandes artistas representando reis e rainhas, como a Baiana Claudinha do Acarajé (filha de Dinha do Acarajé), Carla Visi, Gerônimo Santana, Márcio Mello, Lazzo Matumbi, Sylvia Patrícia, Magary Lord, Armandinho Macedo e Marcia Castro. Esse ano os representantes da realeza são:

Andrezão Simões

Figura conhecida de todos, nosso novo Rei é uma pessoa que não passa despercebida, não só pela sua simpatia, mas também pela sua altura. Grande! Grande figura humana, grande radialista, grande agitador cultural. Comandante do Programa Roda Baiana, da Rádio Metrópole, oportuniza aos novos talentos da Bahia a mostrarem seus trabalhos, podemos dizer que ele é além de tudo isso, um pai e marido dedicado. Esse reisado será recheado de alegria e muito amor. Vida longa ao Rei!!!

Márcia Short

Com mais de 30 anos de carreira, nossa Rainha é um ícone da música baiana, integrou as bandas Papaléguas, Bamdamel e Bandabah. Seu canto potente, sua presença marcante nos palcos, seu empoderamento como mulher negra, filha de Oyá, faz de Marcia Short rainha em sua vida. Mãe de dois filhos, Daniel e Valentina, luta pelos seus direitos, seu povo, sua música, sua família. É um grande exemplo de garra e superação, tudo isso regado de muita alegria, coisa que não vai faltar no seu reinado.

Camisas Colaborativas

Os Palhaços do Rio Vermelho têm a tradição de lançar, anualmente, uma camisa promocional que são vendidas para a renda ser revertida para o desfile (cobrir os custos). Cada ano um artista plástico é convidado para ilustrar a camisa. Artistas como Bel Borba, Cau Gomez, Ruy Santana já assinaram as criações. Em 2018 foi a vez de Ray Vianna. As camisas são vendidas por R$ 40 cada e estão disponíveis até o dia do desfile na Tropos, Pós Tudo, Boteco do França e Bar do Bahia (todos no Rio Vermelho).

Lavagem da escultura Odoyá (de Ray Vianna)

Esse ano, antes do desfile dos Palhaços, o artista Ray Vianna (que assina a camisa dos Palhaços em 2018) vai promover a Lavagem da sua escultura, intitulada Odoyá, que fica na Praia de Santana. O evento começará às 15h e se unirá ao desfile dos Palhaços.

Serviço:

A luta pela monocultura do abadá após oito anos Os Palhaços do Rio Vermelho mantém tradição 1

Foto: Divulgação

Desfile Palhaços do Rio Vermelho

Quando: 27 de janeiro de 2018

Horário: Concentração às 17h e saída do desfile às 19h

Onde: Quadra Esportiva na Rua da Paciência

Reis: Andrezão Simões e Márcia Short

 

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

Não é um portal! É a vida ao vivo, em tempo real! O Aratu On é uma plataforma focada na produção de conteúdo audiovisual, que fala da Bahia e dos baianos para o Brasil e para o mundo. Aqui, a notícia é no tempo presente.

Fotos do Instagram

Dinheiro compra felicidade? Existe quem diga que não, mas, no caso das garotas e garotos de programa, ele paga o prazer. Porém, para algumas pessoas, um ouvido atento parece ser mais gostoso do que sexo. Uma pesquisa revelou, nesta quinta-feira (11/8), que 50% dos pagantes pelos serviços eróticos buscam superar a solidão. 

Publicada pela empresa Viva Local - especialista em anúncios -, a pesquisa busca entender melhor por que as pessoas procuram os serviços de profissionais do sexo. Foram ouvidas mais de 7.500 pessoas, incluindo homens, mulheres ou casais que contratam e fornecem essas práticas. 

A solidão é o ponto central da pesquisa. De acordo com a estatística, 50% dos que contratam um serviço do gênero confirmam a redução no sentimento de solidão. Dentro dessa porcentagem, um grupo de 28% se sente menos solitário. Em seguida, 22% dos usuários afirmam que gostam do companheirismo. 

A pesquisa ainda trouxe outro número: 24% das pessoas relataram já ter contratado profissionais do sexo apenas para conversar e ter alguma companhia, sem atividade sexual envolvida. Do outro lado da moeda, 18% dos ouvidos pela Viva Local frisaram que já foram contratados apenas para conversar com os clientes, sem sexo. 

A Viva Local ainda ainda apontou que 99% dos entrevistados disseram acreditar que seus trabalhos/serviços ajudaram um cliente que estava sozinho. Outros 18% afirmaram que são contratadas(os) apenas como companhia.

A pandemia, momento característico pelo isolamento e solidão, também afetou no motivo das solicitações de programas. Mais de 57% relataram que experimentaram mais clientes buscando apenas companhia (sem sexo) desde o inicio da Covid-19.

#AratuOnHá pais que são mais aventureiros, outros mais conservadores, há aqueles que curtem uma praia e os que preferem ficar em casa. Mas todos têm algo em comum: eles amam passar um tempo de qualidade com seus filhos. Pensando nisso, o @belavistashopping, em Salvador, preparou uma experiência diferenciada para celebrar o Dia dos Pais com a ação “O pai tá off e vai ser top”. A campanha já está valendo e vai até o dia 14 de agosto, promovendo o resgate das brincadeiras antigas entre pais e filhos. 

Para ter acesso ao espaço, montado no corredor L2 Sul, basta apresentar uma nota fiscal de compras com o valor mínimo de R$ 50. Para mais informações, acesse: www.shoppingbelavista.com.br. Participe!

#DiaDosPais 
#PublicidadeEm um vídeo, registrado por câmeras de de segurança de uma farmácia, uma vaca é flagrada entrando no estabelecimento e caindo logo em seguida. O descanso do animal foi registrado no Oeste da Bahia, no município de Cristópolis, a 800 km de Salvador, no domingo (7/8). 

Nas imagens, uma atendente de farmácia aparece assustada, ao perceber que quem adentrava pela porta da loja não era cliente, nem humano. Por volta das 15h, o animal, de pelagem branca, se desgrudou do rebanho e se desequilibrou ao entrar na superfície lisa do estabelecimento. 

O vídeo ainda mostra que a responsável pelo local se afasta do animal e tenta conter os danos causados pela queda, que, ao todo, derrubou alguns medicamentos da prateleira. Segundo um jornal local, instantes depois, o dono do animal fez o resgate. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. 

#AratuOnEm um podcast exibido no YouTube, o cantor Sidney Magal - conhecido também pela canção "O Meu Sangue Ferve por Você - contou uma história peculiar sobre uma fã que teve um orgasmo em sua perna. O caso veio a público na noite de quarta-feira (10/8) e chocou a internet, que repercutiu, incrédula.

Durante o "Inteligência Limitada", programa do apresentador Rogério Vilela, o cantor relatou que, após um show, enquanto recebia alguns fãs no camarim, uma delas teria se apresentado mais excitada do que o normal.

Após abrir a porta, o artista foi agarrado pela jovem, que se prendeu em suas pernas. "Me deu uma 'chave de coxa', enfiou as unhas nas minhas costas, se agarrou literalmente comigo e começou a fazer movimentos e gemidos, a revirar os olhinhos de verdade", relembrou o artista.

Ainda segundo Magal, ela teria feito sua perna de consolo na presença de sua esposa. "Minha mulher, que sempre foi espirituosa, virou e disse assim: 'deixa go*** que ela desfalece! É a única maneira de ela perder a força'. E foi exatamente o que aconteceu", afirmou.  Após o momento constrangedor, a jovem, aliviada, se retirou do camarim. 

Nas redes sociais, fãs do cantor se surpreenderam. Uma delas tentou contextualizar para os mais novos: "Quem não viveu a época: Sidney Magal era o nosso Elvis Presley", afirmou. "Eu era nova quando ele fazia sucesso, vendo hoje as imagens dele, seu corpo, a voz e outras características, deveria ser impossível não se excitar", ressaltou outra.

#AratuOn #SidneyMagalUm avião de pequeno porte teve que fazer um pouso de emergência no meio de uma rodovia na Califórnia, nos Estados Unidos. O flagrante mostra a aeronave se aproximando da estrada e, na sequência, se choca com caminhões.

Com o impacto, alguns veículos e o avião pegaram fogo, provocando uma enorme coluna de fumaça. Apesar da situação trágica, ninguém se feriu com gravidade. As causas do acidente são investigadas. 

#AratuOnO Governo da Bahia disponibilizou, nesta quarta-feira (10/8), um novo crédito do Bolsa Presença para as famílias dos estudantes da rede estadual de ensino em condições de vulnerabilidade socioeconômica e que estão cadastradas no CadÚnico, conforme calendário anual do programa. O crédito é de R$ 150 por família e acrescido de R$ 50 a partir do segundo estudante matriculado.

O programa tem como objetivo assegurar que os estudantes permaneçam na escola. A concessão do benefício está vinculada à assiduidade nas aulas ministradas pela unidade escolar em que o aluno está matriculado; à participação obrigatória dos alunos nas avaliações de aprendizagem promovidas pela unidade escolar, visando orientar o acompanhamento pedagógico; e à manutenção dos dados cadastrais atualizados na unidade escolar e de sua família no CadÚnico.

#AratuOnFoi aprovado pelo Senado Federal, nesta quarta-feira (10/8) um projeto de lei que prevê que o saldo não utilizado nas franquias de serviços de telefonia, internet e mensagens de texto podem ser acumulados para os meses seguintes. 

A PLS 431/2018 foi analisada e aprovada pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado. Caso não haja nenhum recurso para análise no plenário da Casa, o texto seguirá para análise da Câmara dos Deputados.

A proposta do senador Telmário Mota (Pros-RR) entraria na Lei Geral de Telecomunicações (Lei 9.472, de 1997). O relatório do senador Acir Gurgacz (PDT-RO) foi lido na reunião da CCT pelo senador Styvenson Valentim (Podemos-RN). 

“Quando o usuário extrapola o limite mensal contratado ele é obrigado a adquirir pacotes adicionais. Por outro lado, quando o consumidor não utiliza integralmente as quantidades contratadas, ele perde o direito de utilizar os saldos no futuro, o que não é justo”, diz o relatório de Gurgacz.

#AratuOnPráticas sustentáveis ligadas à consciência ambiental estão cada vez mais em voga entre os pecuaristas. Afinal, a preservação do meio ambiente é essencial para a continuidade do setor produtivo.

Nesse contexto, a incorporação de novas tecnologias e práticas na produção de proteína animal têm contribuído diretamente nos processos sociais, tendo em conta sua relação com o meio ambiente. A bola da vez entre entre os criadores é a reutilização, o reaproveitamento e a reciclagem. 

O engenheiro ambiental, Tiago Lima, responsável pela planta frigorífica da @boidouradopremium, no município de Muquém do São Francisco, ressalta que "a integração das informações ambientais das propriedades e posses rurais, através do Cadastro Ambiental Rural (CAR), colaborou diretamente na perspectiva".

De acordo com Lima, dentre as ações de sustentabilidade desenvolvidas pela Frijoa, vale destacar a Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), capaz de remover até 90% da carga poluidora de toda a planta frigorífica.

"Por nossa lagoa de tratamento de efluentes passa  toda água que desce da indústria: água de esgoto, de lavagem de boi, da sala de abate e que escorre pelo ralos da indústria. Estamos investindo também em um projeto de fertirrigação, em que todo esse esgoto tratado será reutilizado em um processo de irrigação controlado e monitorado por engenheiros altamente capacitados, evitando assim que este efluente líquido seja lançado em corpos hídricos, contaminando o solo e lençol freático".

Veja a matéria completa em www.aratuon.com.br

#AratuOn #Publicidade #BoiDouradoA prisão preventiva do policial penal Jorge José da Rocha Guaranho foi convertida pela Justiça do Paraná em prisão domiciliar com o auxílio de monitoramento por tornozeleira eletrônica por até 90 dias. A informação foi publicada pelo Uol. O equipamento foi instalado por volta das 21h45. Ontem (10/8) à tarde, ele teve alta do hospital Ministro Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu (PR).

A publicação ressalta, ainda, que pós deixar o leito hospitalar, ele seria transferido ao Complexo Médico Penal em Pinhais, na região metropolitana da capital Curitiba, onde ficaram os políticos detidos pela Operação Lava Jato. Mas a medida foi revogada após a unidade prisional informar não ter condições para receber o detento devido ao seu "grave quadro clínico".

O policial penal foi denunciado por homicídio qualificado pelo assassinato do guarda municipal Marcelo Arruda, morto a tiros quando comemorava o aniversário de 50 anos com uma festa temática do PT na noite de 9 de julho em Foz.

O Uol informou também que em decisão assinada, ontem (10/8) à tarde, o juiz Gustavo Germano Francisco Arguello, da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu, criticou a demora da unidade prisional para informar não ter condições para receber Guaranho.

"Não bastasse a absurda situação de se constatar a total incapacidade técnica do Estado em cumprir a ordem judicial que decretou a prisão preventiva do réu, tem-se a inacreditável omissão em comunicar tempestivamente a sua inaptidão", cita o magistrado, em um dos trechos da decisão.

#AratuOn
Ver Mais