Um vídeo divulgado pelo jornal The New York Times na noite de quinta-feira (9/10) mostra o possível momento em que o avião ucraniano com 176 pessoas a bordo é atingido pelo que parece ser um míssil. Todos os passageiros morreram. 

Segundo a publicação, as imagens se passam sobre a cidade de Parand, próximo ao aeroporto de Teerã, o que coincide com a áera onde o avião parou de emitir sinais. No suposto vídeo, o esquipamento é atingido por algo que parece ser um míssel e continua voando por um tempo, até que se apaga: a aeronave pegou fogo e acabou caindo enquanto tentava voltar ao aeroporto.

LEIA MAIS: Avião que caiu no Irã pode ter sido atingido por míssil iraniano; "Erro do lado de lá", diz Trump

Antes da divulgação do vídeo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, havia dito que o avião poderia ter sido derrubado por um engano. “Alguém pode ter cometido um erro do lado de lá. Não o nosso sistema. Não tem nada a ver conosco”, declarou. Depois, o presidente insinuou que poderia ter sido uma falha mecânica.

Alguns representantes do governo já tinham confirmado a jornais americanos, de forma não oficial, a hipótese de que um sistema de defesa aéreo do Irã tenha lançado os mísseis por engano.

LEIA MAIS: Passageiros e tripulação morrem em queda de avião na capital do Irã; boeing seguia para a Ucrânia

LEIA MAIS: Em discurso, Trump diz que Irã deveria agradecer, não jurar EUA de morte

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.