Uma operação da Polícia Militar acabou em tiroteio na manhã desta terça-feira (23/6) no bairro do Engenho Velho da Federação, em Salvador. A ação aconteceu dois dias depois da morte do jogador amador de futebol Cléber Silva Santos, 27 anos, vítima da "guerra de facções" na área. 

Segundo informações exclusivas do repórter da TV Aratu, Fábio Gomes, os agentes foram recebidos a tiros, mas nenhum policial foi ferido. Imagens feitas por celular mostram a "Faixa de Gaza", localidade do bairro conhecida pela periculosidade. Nas parede das casas é possível ver diversas marcas de tiros. A operação teve início por volta das 10h30 e, até o fechamento desta matéria, ainda não resultou em nenhuma prisão.

Participaram da ação agentes da 41ª Companhia Independente (CIPM/Federação) e da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp Atlântico). 

Segundo a PM, a execução do jogador ocorreu na Rua Sérgio de Carvalho, nome oficial dado ao Vale da Muriçoca. Testemunhas ouvidas pelo Aratu On relatam que ele foi executado por criminosos ligados ao tráfico de drogas que atuam na localidade do “Forno”, no Engenho Velho. Cléber, no entanto, não teria, segundo moradores, envolvimento com o crime, mas foi vítima da guerra envolvendo dois grupos rivais. 

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.