O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou, nesta terça-feira (8/1), a lei Romeo Mion, que determina a criação de uma carteira de identificação para pessoas com transtorno do espectro autista (Ciptea). A decisão foi anunciada pelo próprio presidente, em seu perfil no Twitter. 

Segundo Bolsonaro, a carteira será gratuita e terá validade em todo o Brasil. O documento deve garantir prioridade em serviços públicos em áreas como saúde, educação e assistência social.

ROMEO MION

romeo-e-marcos
Romeo e Marcos Mion | Foto: reprodução/Instagram

A lei é chamada de Romeo Mion em homenagem ao filho mais velho do apresentador e ativista da causa, Marcos Mion, incentivador do projeto. O adolescente, hoje com 15 anos, foi diagnosticado com autismo ainda aos dois anos de idade. Nas redes sociais, o pai costuma compartilhar diversos momentos ao lado do filho, mostrando seu desenvolvimento e falando sobre o espectro. 

LEIA MAIS: Traficante preso comandava crimes violentos em Salvador, diz SSP

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.