Um ranking que mede o nível de transparência dos estados em relação às contratações emergenciais realizadas no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus colocou a Bahia em 19º lugar. O levantamento chegou à terceira edição e foi divulgado nesta sexta-feira (31/7) pela organização não governamental Transparência Internacional.

A escala vai de 0 a 100 pontos. O nível de transparência vai de péssimo (0 a 19), ruim (20 a 39), regular (40 a 59), bom (60 a 79) e ótimo (80 a 100). O topo da lista ficou com Ceará, Espirito Santo e Rondônia, que alcançaram o máximo de pontos.

A avaliação, que coletou dados entre 20 a 23 de julho, aponta a Bahia como o último estado com classificação "ótimo", com 82,2 pontos. Em último lugar no ranking aparece Roraima, com 40,5 pontos e desempenho regular. Nenhuma região teve classificação "ruim".

Considerando apenas as capitais, Salvador aparece em 15º lugar,  com 89,9 pontos, também considerado "ótimo". Encabeçam o ranking Macapá (AP), Vitória (ES) e João Pessoa (PB), que atingiram o número máximo. Na outra ponta, São Luis (MA) somou apenas 50,6 pontos e foi considerada "regular".

LEIA MAIS: Cada pessoa infectada com Covid-19 transmitiu doença para outras 3 no Brasil, diz pesquisa

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.