A três dias da tradicional festa do dia Dois de Julho - que celebra a independência do Brasil na Bahia -, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), confirmou nesta segunda-feira (29/6), que "haverá apenas um ato simbólico para a data não passar em branco".

Segundo Neto, a alternativa encontrada será o hasteamento da bandeira no Largo da Lapinha, que terá a presença de poucas pessoas. " O ato deve contar apenas comigo, o governador Rui Costa (PT) e outras poucas autoridades. Não iremos fazer nada que leve as pessoas à rua", ressaltou. 

Vale lembrar que a data comemorativa, nesta quinta-feira (2/7), será um dia de trabalho normal. O feriado foi antecipado para o dia 25 de maio em decretos do estado e do município, como forma reduzir o número de pessoas nas ruas, favorecendo o isolamento social.

LEIA MAIS: Covid-19: Em 24 horas, Brasil registra 552 óbitos e 30.476 novos casos da doença

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.