Nesta terça-feira (10), a justiça absolveu Gustavo Corrêa pelo assassinato de um fã em 2016. Na época, Rodrigo Augusto de Pádua, planejou um atentado contra Ana Hickmann, cunhada de Gustavo, em um hotel de Belo Horizonte.

Gustavo foi absolvido por unanimidade pelos desembargadores, que classificaram o caso como legítima defesa. A apresentadora comentou o assunto nas redes sociais: "Mais uma vez a justiça foi feita [...] Obrigada por todos que oraram, por todos que torceram, obrigada por cada mensagem de apoio e carinho. Agradeço ao nosso advogado pelo trabalho excepcional, por ter defendido o Gustavo e por ter trazido de volta pra nossa casa a paz".

RELEMBRE

Ana Hickmann sofreu um atentado do suposto fã em Belo Horizonte em maio de 2016. O crime aconteceu dentro de um hotel no Belvedere, zona sul da capital mineira. Corrêa matou Pádua, após ele ter atirado contra sua mulher, Giovana Oliveira, assessora da apresentadora.

O cunhado de Hickmann foi denunciado pelo MP por homicídio doloso, quando há intenção de matar. O argumento do promotor Francisco Santiago é que, como Rodrigo foi morto com três tiros na nuca, houve excesso de legítima defesa e se configura um crime de homicídio.

LEIA MAIS:  Ministério Público mineiro irá recorrer contra absolvição de cunhado de Ana Hickmann

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003