Uma imagem impressionante vinda da Itália tem deixado o mundo em estado de 'choque' por conta da ameaça do coronavírus. No registro feito na noite desta quarta-feira (18/3), uma longa coluna de caminhões militares carregados com caixões passa por Borgo Pallazzo, distrito de Bergamo, na Itália. 

De acordo com o jornal O Globo, devido ao alto número de mortos, o necrotério na província de Bergamo, a mais afetada na Itália, não consegue mais acomodar o volume de caixões. O único crematório local está ativo 24 horas por dia há mais uma semana, mas, em sua máxima capacidade, consegue incinerar cerca de 25 corpos por dia, e também não consegue dar conta da demanda.

Nesta semana, o prefeito da cidade, Giorgio Gori, emitiu uma ordenança que fechou o cemitério local esta semana pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial. Desde a última terça-feira (18/3), a solução para lidar com a emergência tem sido o uso de veículos militares.

As vítimas de coronavírus são transportadas para crematórios de outras regiões onde existem municípios que se disponibilizaram para aceitá-los. De acordo com dados oficiais, ontem (18/3), noventa e três pessoas foram mortos: mas, segundo o prefeito de Bergamo, Giorgio Gori, a contagem  é muito mais alta, porque muitas pessoas morreram com sintomas compatíveis com as do Covid-19, mas antes que testes fossem feitos sobre eles.

LEIA MAIS: Pandemia, OMS, entre outros: você sabe o que significam esses termos? Confira aqui!

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.