Após as diversas polêmicas com o "Especial de Natal - A primeira Tentação de Cristo", o grupo Porta dos Fundos já revelou que trará outro filme temático em 2020. Intitulado "Teocracia em Vertigem", dessa vez o humorístico é gravado como documentário.

O filme estreia no próximo dia 10 de dezembro no canal do Porta no YouTube. “Tivemos a ideia de fazer uma paródia de Democracia em Vertigem (*) justamente para falar da polarização que está acontecendo no Brasil e no mundo. Se hoje está todo mundo falando de posições políticas - porque não explorar isso também na época de Cristo?”, conta Fábio Porchat, roteirista do projeto e sócio fundador do Porta dos Fundos.

LEIA MAIS: STF decide que especial de Natal do Porta dos Fundos deve permanecer disponível em plataforma de streaming

LEIA MAIS: Juiz determina retirada de especial de Natal do Porta dos Fundos: "mais adequado e benéfico"

LEIA MAIS: Netflix reclama no STF após cancelamento de especial do Porta dos Fundos: "vamos lutar"

No cartaz de divulgação, há uma fala do Pastor Sargento Isidório, durante a polêmica do especial de 2019. A frase dita pelo baiano, "Tudo tem limite", aparece como se fosse a de um crítico. Há citações, ainda, da deputada Flordelis e do pastor Silas Malafaia.

O cartaz também mostra manifestações como “Tchau, querido” e “Que Deus tenha a misericórdia dessa nação. Eu voto sim”. O especial satiriza o cenário político brasileiro, desde o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff até os tempos atuais, em uma adaptação da saga bíblica sobre a crucificação de Cristo.

“Afinal de contas, Jesus foi traído, julgado… houve golpe, ou não houve golpe? É isso que a gente vai descobrir com os depoimentos daqueles que conviveram com ele, e também dos que se diziam os verdadeiros crentes. Na bíblia daquela época, Deus não tinha filho nenhum. Será que Jesus era…comunista?” completa Porchat.

Em “Teocracia em Vertigem”, o Porta dos Fundos e convidados dão vida à população da Judéia, e nomes decisivos para o destino de Jesus compartilham depoimentos sobre o caso que levou à morte e ressurreição do filho de Maria. Em uma sociedade polarizada e manipulada pelos desejos das elites, Caifás e Judas Iscariotes são figuras essenciais na escolha entre Jesus vs Barrabás, que Pôncio Pilatos destina ao povo e lava suas mãos.

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.