Interiorhá 14 dias. Fonte: Da redação

Lista de convocados para a nova edição do Partiu Estágio será divulgada no dia 12 de abril

Creditos da foto:Marcos Cruz/Saeb
Lista de convocados para a nova edição do Partiu Estágio será divulgada no dia 12 de abril

No Papo Correria dessa terça-feira (6/4), o governador Rui Costa (PT) anunciou a convocação de estudantes para o Partiu Estágio, programa que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições com sede na Bahia. Esta edição contou com mais de 20 mil estudantes inscritos e os selecionados serão divulgados no dia 12, no site da Secretaria da Administração do Estado (Saeb). Os selecionados terão prazo de 20 dias úteis para providenciarem a documentação e se apresentarem nos órgãos em que irão atuar.

As inscrições para participar do programa foram encerradas no último 26 de março. Ao todo, são disponibilizadas 2.973 vagas, distribuídas entre 61 órgãos e entidades da administração pública, em 173 municípios do interior baiano e na capital. 

O programa também destina 10% das vagas a portadores de deficiência física e prioriza universitários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), seguidos daqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

Podem concorrer à vagas estudantes universitários regularmente matriculados em instituições de ensino superior estaduais, federais e privadas, com sede/polo na Bahia, e que cursam graduação nas modalidades presencial ou EAD. O contrato tem duração máxima de um ano, sem possibilidade de prorrogação, exceto quando o estudante seja deficiente físico. Os selecionados terão direito a bolsa-estágio, auxílio transporte e 30 dias de recesso remunerado, proporcionais.

LEIA MAIS: Veja como cada deputado baiano votou no projeto que determina a compra de vacinas por empresas privadas

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Notícias Relacionadas

Cidade4/13/2021

Lista com os selecionados pelo programa Partiu Estágio é divulgada; confira

Com a divulgação dos nomes, os selecionados têm até 20 dias úteis para apresentarem toda a documentação solicitada no edital.

logo_aratuonline

Não é um portal! É a vida ao vivo, em tempo real! O Aratu On é uma plataforma focada na produção de conteúdo audiovisual, que fala da Bahia e dos baianos para o Brasil e para o mundo. Aqui, a notícia é no tempo presente.

Fotos do Instagram

A gente vive ao vivo. 
Informação e cultura ao vivo, em tempo real. 
Esporte e diversão ao vivo, em tempo real.
Transformação ao vivo, em tempo real.
Novo Aratu On. Não é um portal. É vida ao vivo, em tempo real.

#NovoAratuOn #AratuOn #Notícia #AoVivo #Informação #Cultura #Esporte #Entretenimento #Bahia #Salvador #TV #TVAratu #GrupoAratu“Tão linda... nem parece que é deficiente” ou “ele parece normal” são algumas frases bastante dirigidas a pessoas com deficiência (PCD). Os comentários, embora nem sempre sejam feitos com maldade, revelam um grande preconceito presente na nossa sociedade: o capacitismo.

O termo pode soar estranho ou ser desconhecido do grande público, até por ser relativamente novo, porém, nada mais é que o preconceito contra essa grande minoria. Sim, porque segundo dados de 2018 da Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo vivem com algum tipo de deficiência.

Mas, se engloba tanta gente, por que ainda é algo pouco difundido? Assista ao vídeo para ficar por dentro do assunto e ajudar a construir uma sociedade cada vez mais inclusiva.

Participam desta matéria a jornalista e ativista em direitos humanos Claudia Werneck (@gigidograjau) (@escoladegente), a administradora baiana Rayane Brasil (@rayane_brba), a blogueira carioca Lelê Martins (@blogueirapcd) e a gestora social da APAE Salvador (@apaesalvador), Márcia Rocha. A elas, o nosso muito obrigada.

Leia mais em: https://aratuon.com.br/variedades/noticia/especiais/vamos-falar-sobre-capacitismoTem estreia no Aratu On! A primeira coluna do Chef Caco Marinho (@caco.marinho) já está no ar.

"O que esperar de uma coluna de gastronomia feita por um cozinheiro da aliança do movimento Slow Food?

Receitas? Truques? Sugestões de cardápios? Guia de restaurantes? Perfil de chefs? Conveniências?

Peço a vocês, leitores, que "não reduzam o entendimento do ato de comer a essas questões" e lhes deem uma chance de explicar o quão mais profundo pode ser isso tudo". 

Leia mais em www.aratuon.com/colunistason“Tão linda... nem parece que é deficiente” ou “ele parece normal” são algumas frases bastante dirigidas a pessoas com deficiência (PCD). Os comentários, embora nem sempre sejam feitos com maldade, revelam um grande preconceito presente na nossa sociedade: o capacitismo.

O termo pode soar estranho ou ser desconhecido do grande público, até por ser relativamente novo, porém, nada mais é que o preconceito contra essa grande minoria. Sim, porque segundo dados de 2018 da Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo vivem com algum tipo de deficiência.

Mas, se engloba tanta gente, por que ainda é algo pouco difundido? Assista ao vídeo para ficar por dentro do assunto e ajudar a construir uma sociedade cada vez mais inclusiva.

Participam desta matéria a jornalista e ativista em direitos humanos Claudia Werneck (@gigidograjau) (@escoladegente), a administradora baiana Rayane Brasil (@rayane_brba), a blogueira carioca Lelê Martins (@blogueirapcd) e a gestora social da APAE Salvador (@apaesalvador), Márcia Rocha. A elas, o nosso muito obrigada.

Leia mais em: https://aratuon.com.br/variedades/noticia/especiais/vamos-falar-sobre-capacitismo
Ver Mais