AO VIVO Últimas Notícias
28/02/2022 19h10 | Atualizado em 31/01/2023 11h23

Representante da Ucrânia no Brasil diz que Bolsonaro está ‘mal informado’ e sugere conversa entre presidentes

“Penso que o presidente do Brasil esta mal informado. Talvez seja interessante ele conversar com o presidente ucraniano para ver outra posição e ter uma visão mais objetiva”, disse Tkach.

Representante da Ucrânia no Brasil diz que Bolsonaro está 'mal informado' e sugere conversa entre presidentes Foto: reprodução/vídeo
Da Redação

O encarregado de negócios da Ucrânia no Brasil, Anatoliy Tkach, sugeriu nesta segunda-feira (28/2), em entrevista coletiva, que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, converse por telefone com o presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, para esclarecer o que ocorre no país do leste europeu.

“Penso que o presidente do Brasil esta mal informado. Talvez seja interessante ele conversar com o presidente ucraniano para ver outra posição e ter uma visão mais objetiva”, disse Tkach, após ser questionado sobre declarações dadas ontem (27) por Bolsonaro sobre o conflito.

Tkach disse esperar que o Brasil mantenha seu posicionamento na ONU, onde o representante brasileiro, embaixador Ronaldo Costa Filho, voltou a condenar o conflito, nesta segunda-feira (28), na Assembleia Geral de Emergência da ONU.

Ao se questionado se gostaria que o Brasil tomasse mais alguma atitude, o encarregado de negócios da Ucrânia no Brasil disse que espera “um maior apoio e uma maior condenação por parte do Brasil à Rússia. Nós temos que parar essa agressão”.

“Neste momento, não se trata de apoio à Ucrânia, se trata de apoio aos valores democráticos, ao direito internacional”, afirmou o diplomata. Ele disse que o conflito atual na Ucrânia não é apenas um problema do próprio país, “mas da Europa e do mundo”.

Tkach apresentou dados que disse ser do Ministério da Saúde ucraniano, segundo os quais, até o momento, 2.040 civis, incluindo 45 crianças, ficaram feridos. Foram contabilizados também 352 mortos, entre os quais 16 crianças, acrescentou a autoridade máxima da Ucrânia no Brasil.

LEIA MAIS: Regularização do título de eleitor pode ser feita pelo site do TSE; saiba como

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Agência Brasil