AO VIVO Últimas Notícias
18/11/2023 13h40 | Atualizado em 18/11/2023 13h49

Dono de pastelaria forja caso de racismo e acaba indiciado pela Polícia Civil

Gabriel Fernandes da Cunha criou uma conta falsa e proferiu discurso racista contra si mesmo

Dono de pastelaria forja caso de racismo e acaba indiciado pela Polícia Civil Foto: Arquivo Pessoal
Edimário Duplat

Na última sexta-feira (17/11), a Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou por falsa comunicação de crime o dono de uma pastelaria na cidade de Campo que forjou um caso de racismo.

Segundo informações do delegado Rodrigo Câmara ao Portal UOL, Gabriel Fernandes da Cunha criou uma conta falsa em um aplicativo e efetuou um pedido para a própria loja, preenchendo nas observações um discurso racista contra o próprio Gabriel, que além de dono também é entregador da pastelaria.

“Última vez veio um motoboy negro, peço a gentileza que mande um branco. Não gosto de pessoas assim encostando na minha comida”, afirmava a observação.

Com a divulgação do caso na última terça-feira (14/11), abriu-se uma denúncia que foi investigada pela Polícia Civil da cidade gaúcha. Entretanto, o endereço informado pela conta falsa não existia no condomínio informado e o nome utilizado não constava entre nenhum morador do local.

Ao ser confrontado pela corporação, o dono do estabelecimento confessou que foi o autor do pedido e disse que gostaria de se retratar sobre o ocorrido. Agora, Gabriel será indiciado por delito de falsa comunicação de crime, previsto no Código Penal. Segundo a Polícia Civil, o inquérito será remetido ao Poder Judiciário nos próximos dias. 

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no Insta, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!