AO VIVO Últimas Notícias
23/12/2021 11h36 | Atualizado em 23/12/2021 12h39

‘Suzane, Elize e Jatobá’ : condenadas em casos que marcaram o noticiário nacional têm benefício para sair temporariamente de penitenciária

De acordo com o Terra, a que está menos tempo presa é Elize Matsunaga, condenada por matar, esquartejar e tentar se livrar do corpo do marido, o empresário Marcos Matsunaga, em 2012.

'Suzane, Elize e Jatobá' : condenadas em casos que marcaram o noticiário nacional têm benefício para sair temporariamente de penitenciária Foto: TV Vanguarda
Da Redação

Três conhecidas detentas da penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo, deixaram a prisão nesta quinta-feira (23/12), para a 'saidinha' de final de ano. Suzane von Richthofen, Elize Matsunaga e Anna Carolina Jatobá têm direito ao benefício por cumprirem a pena em regime semiaberto.

Imagens feitas pela TV Vanguarda, de São José dos Campos-SP, registram o momento em que as três detentas – condenadas em casos que marcaram o noticiário nacional – deixaram a prisão, para onde devem retornar no dia 3 de janeiro, data em que a 'saidinha' termina.

De acordo com o Terra, a que está menos tempo presa é Elize Matsunaga, condenada por matar, esquartejar e tentar se livrar do corpo do marido, o empresário Marcos Matsunaga, em 2012.

Já Anna Carolina Jatobá está detida desde 2008, ano da morte de sua enteada, Isabella Nardoni, que foi jogada do sexto andar do prédio que Anna Carolina morava com o companheiro, Alexandre Nardoni, que também está preso pelo mesmo crime.

Atrás das grades desde 2002, Suzane von Richthofen cumpre pena por ter planejado o assassinato dos próprios pais, Manfred e Marísia von Richthofen, em um dos casos de maior repercussão midiática no País.

No semiaberto, Suzane tenta retomar a vida e está fazendo faculdade, tendo já sido flagrada no transporte coletivo para realizar os estudos.

LEIA MAIS: Agências bancárias abrem em horários especiais nesse período de festas de fim de ano; confira o funcionamento

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação