AO VIVO Últimas Notícias
09/10/2020 19h39 | Atualizado em 09/10/2020 19h51

Ministra da Agricultura diz que se Pantanal tivesse mais gado, não sofreria tanto com incêndios; “boi é bombeiro”

Ministra da Agricultura diz que se Pantanal tivesse mais gado, não sofreria tanto com incêndios; "boi é bombeiro"

Ministra da Agricultura diz que se Pantanal tivesse mais gado, não sofreria tanto com incêndios; Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Da Redação

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, comentou os incêndios que tem destruído parte do pantanal brasileiro. Em audiência no Senado, nesta sexta-feira (9/10), ela afirmou que o boi é o “bombeiro do Pantanal” e que, se tivesse mais gado na região, o “desastre” teria sido menor. 

“Aconteceu o desastre porque nós tínhamos muita matéria orgânica seca que, talvez, se nós tivéssemos um pouco mais de gado no Pantanal, isso teria sido um desastre até menor do que nós tivemos este ano”, disse a ministra, segundo o jornal Metrópoles. Uma das hipóteses mais comumente aceitas é de que o fogo tenha sido gerado para retirar a área de florestas e criar pasto.

Tereza Cristina acredita que o fato de o boi comer o capim seco é o que previne uma destruição grande das chamas. “O boi é o bombeiro do Pantanal, porque é ele que come aquela massa do capim, é ele que come essa massa para não deixar como este ano nós tivemos. Com a seca, a água do subsolo também baixou os níveis. Essa massa virou um material altamente combustível”, alegou.

A organização não-governamental (ONG) Greenpeace afirmou que o argumento da ministra foi “equivocado”. "Se não tivesse ocorrido um desmonte da gestão ambiental no Brasil, a situação não teria chegado a este nível de gravidade”, defendeu a entidade.

Cerca de 14% da área do Pantanal foi queimada somente em setembro deste ano, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Segundo a reportagem, a área atingida chega a quase 33 mil km². No mesmo período do ano passado, a devastação causada pelo fogo chegava a 12.948 km².

LEIA MAIS: Amazônia tem maior número de incêndios desde 2010; pesquisa foi feita entre janeiro e setembro deste ano

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação