AO VIVO Últimas Notícias
19/01/2024 11h30 | Atualizado em 19/01/2024 12h51

Suspeita de ameaçar e extorquir comerciantes na Vasco da Gama é presa

Ela foi presa na manhã desta sexta-feira (19/1), por policiais militares da 41ª CIPM

Suspeita de ameaçar e extorquir comerciantes na Vasco da Gama é presa Foto: Divulgação/SSP
Da Redação

Na última semana, comerciantes da região da Avenida Vasco da Gama, em Salvador, foram surpreendidos com a seguinte mensagem, em tom de ameaça, deixada na porta de seus estabelecimentos:

“Viemos comunicar aos comerciantes que, a partir deste sábado (13 de janeiro), todos vocês pagarão uma porcentagem referente à segurança que iremos fazer de todos os estabelecimentos”.

No final do recado, tinha uma observação: “Caso o pagamento não seja feito, as consequências virão”.

Na manhã desta sexta-feira (19/1), a suspeita pela extorsão, identificada como Juliana Oliveira da Silva, foi presa por policiais militares da 41ª CIPM. Ela foi conduzida para a 7ª delegacia, no Rio Vermelho.

WhatsApp Image 2024 01 19 at 12.23.29

Juliana Oliveira da Silva foi presa por policiais militares da 41ª CIPM nesta sexta-feira (19). | Foto: Redes Sociais

Aratu On entrou em contato com a assessoria da Polícia Militar da Bahia, solicitando posicionamento oficial sobre o caso e medidas que teriam sido adotadas para evitar este tipo de ação. A matéria será atualizada assim que houver uma resposta.

O repórter da TV Aratu, Ramon Lisboa, apurou que Juliana atuava com mais duas pessoas: Larissa Bonfim Lima e Luan Bonfim Lima. Na quinta (18), de acordo com a Polícia Civil, Larissa, que seria a responsável por receber o dinheiro e repassar para traficantes, foi identificada e chegou a prestar depoimento, mas foi liberada em seguida.

O QUE DIZEM OS COMERCIANTES

Após as ameaças, o proprietário de um estabelecimento na região chegou a relatar, por meio um áudio veiculado nas redes sociais, que pensa em fechar o comércio.

“Estou fechando a loja devido ao acontecido. O ladrão mandou um recado hoje, por chamada de vídeo, dizendo que se não pagasse, ia passar um homem aqui para cobrar”, disse.

Segundo trabalhadores do bairro, que não quiseram se identificar, o valor exigido variava de acordo com o tipo de comércio e localização.

LEIA MAIS: Lentidão de trem causa transtornos a passageiros do Metrô de Salvador nesta sexta (19)

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Siga a gente no InstaFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!