AO VIVO Últimas Notícias
06/01/2023 20h03 | Atualizado em 13/01/2023 18h57

Mulher espancada por ex-companheiro em bar denuncia crime; ela teve traumatismo craniano

Bruna relatou que viveu um ciclo de violência com ele, com diversos episódios antes de chegar no mais grave

Mulher espancada por ex-companheiro em bar denuncia crime; ela teve traumatismo craniano
Flávia Alexandre

Uma mulher conseguiu denunciar o ex-namorado após ser agredida dentro de um bar na noite de Natal – Bruna teve traumatismo craniano e ficou internada por oito dias no Hospital geral do Estado (HGE). Nesta sexta-feira (6/1), ela decidiu contar sobre o ocorrido na Cidade Aratu, do Grupo Aratu.

Ela confessou que não foi a primeira vez que foi agredida no relacionamento. "Nós fomos encontrar um amigo nosso, de outra cidade, em um bar no bairro Dois de Julho. Tinha muita gente no bar e ele começou a me olhar com olhos de ameaça. Eu já conhecia, por conta de ameaças anteriores. Então, eu pedi licença para ir ao banheiro e pedi para a dona do bar me esconder no quarto dela, para poder ligar para alguém e pedir ajuda", disse.

Ela tentou pedir socorro ao pai do agressor, que é policial civil. "Liguei primeiramente para o pai dele, mas ele disse que era para eu me virar, porque ele não iria se meter. Em seguida, liguei para a polícia, umas duas vezes. Porém, com a demora, ele [o ex-namorado] apareceu antes", narra.

"Ele subiu, entrou no quarto, a dona saiu correndo e ele começou a me agredir lá mesmo, dando chutes e socos na minha cabeça. Eu só perguntava porque eu estava apanhando, se eu não tinha feito nada. Ele me bateu até eu desmaiar", lembra Bruna. 

Agora, como a medida protetiva ainda não foi protocolada, ela imagina que terá de sair de casa com a mãe para se sentir mais tranquila.

VEJA REPORTAGEM COMPLETA NO VÍDEO ABAIXO

LEIA MAIS: Mulher de 27 anos é morta dentro de casa por ex-companheiro em Porto Seguro

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!