AO VIVO Últimas Notícias
12/04/2021 16h21 | Atualizado em 12/04/2021 16h50

Prefeitura cria operação para impedir “Feira do Rolo” na pandemia; outras 36 lojas também foram interditadas

Este foi o primeiro fim de semana após o plano de retomada do comércio em Salvador.

Prefeitura cria operação para impedir Foto: Jefferson Peixoto/Secom PMS
Da Redação

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) realizou, no domingo (11/4), a operação de combate à Feira do Rolo, na Baixa do Fiscal. O espaço costuma ser frequentado por vendedores dos mais diversos objetos e compradores de toda a cidade e costuma, causando aglomerações durante a pandemia.

Logo pela manhã, fiscais da Semop apreenderam quatro sacos com materiais diversos e duas gaiolas. Os agentes seguiram nas proximidades da feira, durante todo o dia, coibindo o comércio no local, não sendo registradas outras apreensões. 

FISCALIZAÇÃO

Além da Feira do Rolo, a força-tarefa da Prefeitura realizou 2.673 mil vistorias, com o objetivo de coibir aglomerações e desrespeitos às medidas de combate à Covid-19. Este foi o primeiro fim de semana após o plano de retomada do comércio em Salvador.

Conforme o plano municipal, diversos segmentos puderam funcionar em dias e horários específicos, neste sábado (10/4) e domingo (11/4). Durante as atuações, 19 aglomerações foram dispersadas nos bairros de Stella Maris, Garcia, Engenho Velho de Brotas, Santa Mônica, Uruguai, Bela Vista do Lobato, Paripe, Periperi, Luís Anselmo, Sussuarana Nova, São Marcos, Fazenda Grande III, Nova Brasília, Itapuã, Cassange e Ceasa. Quatro equipamentos de som foram apreendidos. 

Por descumprirem as normas gerais de funcionamento e os protocolos setoriais, previstos no plano de retomada escalonada do comércio, 36 estabelecimentos foram interditados. Dentre eles, dez comércios de rua, nos bairros de Boca da Mata e Águas Claras; 23 bares em Itapuã, São Cristóvão, Engenho Velho de Brotas, Parque Bela Vista, Canela, Mares, Ribeira, Nazaré, Tororó, São Marcos, Fazenda Grande III, Uruguai e Massaranduba; um depósito de bebidas em Itapuã e dois mercados nos bairros de Stella Maris e Uruguai. 

Nesse momento, a capital baiana vive a fase vermelha, que prevê a retomada dos serviços não essenciais de forma escalonada e suspensão de alguns setores por pelo menos dois dias da semana. As ações seguem o decreto estadual do toque de recolher, que saiu de 18h às 5h para 20h às 5h. 

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação