Geralhá mais de 7 anos. Fonte: Agência Brasil

Resolução do Ministério da Saúde estabelecerá normas de estímulo ao parto normal

Creditos da foto:reprodução Internet
Resolução do Ministério da Saúde estabelecerá normas de estímulo ao parto normal

O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicam amanhã (7) uma resolução que estabelece normas para o estímulo ao parto normal e a consequente diminuição das cesarianas desnecessárias na saúde suplementar. As operadoras terão 180 dias para se adaptar às mudanças.

As novas regras ampliam o acesso à informação, já que as consumidoras poderão solicitar aos planos os percentuais de cirurgias cesarianas e de partos normais por estabelecimento de saúde e por médico obstetra. As informações deverão estar disponíveis no prazo máximo de 15 dias, contados a partir da data de solicitação. Em caso de descumprimento, será aplicada multa no valor de R$ 25 mil.

Outra norma prevê a obrigatoriedade de as operadoras fornecerem o cartão da gestante, no qual deve constar o registro de todo o pré-natal. Dessa forma, de posse do documento, qualquer profissional de saúde terá conhecimento de como se deu a gestação, facilitando o atendimento à mulher quando ela entrar em trabalho de parto.

O cartão deverá conter a carta de informação à gestante, com orientações para que a mulher tenha subsídios para tomar decisões e vivenciar com tranquilidade o parto.

Caberá às operadoras a orientação para que os obstetras utilizem o partograma, documento gráfico em que são feitos registros de tudo o que acontece durante o trabalho de parto. De acordo com as novas regras, o partograma passa a ser considerado parte integrante do processo para pagamento do procedimento.

Dados do Ministério da Saúde indicam que o percentual de partos cesáreos no Brasil chega a 84% na saúde suplementar. Segundo a pasta, a cesariana, quando não há indicação médica, aumenta em 120 vezes o risco de problemas respiratórios para o recém-nascido e triplica o risco de morte da mãe. Ao todo, cerca de 25% dos óbitos neonatais e 16% dos óbitos infantis no país estão relacionados à prematuridade.

“É inaceitável a ‘epidemia’ de cesarianas que vivemos hoje em nosso país. Não há outra condição, senão tratá-la como um grave problema de saúde pública. Em 2013, [foram feitos] 440 mil partos cesáreos. Não só temos um problema, mas um problema que vem se agravando ano a ano”, avaliou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Segundo ele, há uma grave distorção no Brasil que precisa ser revertida e abordada de forma estrutural. “Não dá para continuar tratando como normal aquilo que não é normal, que é o parto cesariano”, disse Chioro.

O diretor-presidente da ANS, André Longo, lembrou que, no caso da obstetrícia, a decisão do tipo de parto sempre será do médico, em parceria com a gestante. Longo destacou que uma consumidora de plano de saúde mais bem orientada poderá influenciar mais na decisão.

“Acreditamos que essas medidas, em conjunto com outras, podem contribuir muito para que vençamos uma verdadeira epidemia de cesáreas na saúde suplementar, que influencia de forma negativa os números do Brasil como um todo”, ressaltou Longo.

A elaboração da resolução normativa contou com a participação da sociedade, por meio de uma consulta pública feita em outubro e novembro do ano passado. Foram colocadas em consulta duas minutas de normas: uma sobre o direito de acesso à informação pela gestante, que contou com 455 contribuições, e uma sobre o cartão da gestante e a utilização do partograma, que registrou 456 contribuições.

Entre as ações previstas para este ano relacionadas ao incentivo do parto normal está a elaboração, por um grupo de trabalho, da Diretriz Clínica para o Parto e o estímulo à habilitação de hospitais privados à iniciativa Hospital Amigo da Criança e da Mulher.

Não é um portal! É a vida ao vivo, em tempo real! O Aratu On é uma plataforma focada na produção de conteúdo audiovisual, que fala da Bahia e dos baianos para o Brasil e para o mundo. Aqui, a notícia é no tempo presente.

Fotos do Instagram

Uma filhote de urso se intoxicou comendo grandes quantidades de mel alucinógeno na Turquia. O animal (fêmea) foi resgatado pelo Ministério da Agricultura, que publicou a situação na quinta-feira (11/8) nas redes sociais. 

"Nosso bebê urso pardo está de boa saúde, e nossas equipes continuam a tratá-lo. Vamos dar a nossa adorável "filha" que teve uma overdose de mel", escreveu o órgão turco no Instagram. 

Segundo o jornal The Guardian, a substância vem da flor de rododentro, uma planta arbustiva que contêm a toxina graianotoxina, capaz de envenenar os humanos e produzir efeitos alucinógenos.

#AratuOnCondenado pelo assassinato da modelo Eliza Samudio, o goleiro Bruno Fernandes pode voltar à prisão, desta vez pelo não pagamento de pensão.

Segundo o site Notícias da TV, os vencimentos não estariam sendo repassados desde janeiro de 2020.

Ainda de acordo com o portal, Bruno, que já tem mandado de prisão em aberto por conta da falta de pagamento, chegou a apresentar proposta de pagar R$ 30 mil à vista e o restante parcelado, em 12 vezes.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, porém, negou. 

A pensão, que já está em R$ 90 mil, é relativa ao filho de Bruno com a modelo. O adolescente, que já tem 12 anos, é criado pela avó materna, que acionou a Justiça. 

#AratuOnUm casal norte-americano revelou à imprensa um pouco da história de amor que têm com a madrinha do casamento deles. Angel Bailey, de 26 anos, e Tyler Harris, de 29, se casaram em maio deste ano, mas desde 2021 mantém uma relação poligâmica com Sam Vicks, de 23 anos.

Em entrevista ao Daily Mail, o trisal abriu suas intimidades e falar como é a relação. O detalhe da história é que, Tyler e Angel escolheram Sam para ser a madrinha do casamento deles e agora, a terceira integrante aguarda sua vez de subir ao altar.

Angel e Tyler se conheceram no Tinder em 2018. Em 2021, resolveram incluir Sam no relacionamento e o trio passou a dividir o mesmo teto. Desde então, eles postam o dia a dia da família nas redes sociais.

Sobre as diversas opiniões e comentários que recebem, Angel disse que não se arrepende da decisão e está melhor do que nunca. “A maioria das pessoas tem sorte de encontrar uma pessoa para amar, mas nós temos a sorte de encontrar duas”, contou.

#AratuOnPesquisa da Quaest Consultoria realizada face a face, contratada pela Genial Investimentos e divulgada, nesta sexta-feira (12/8), aponta liderança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na intenção de votos dos eleitores de Minas Gerais para a Presidência, com 42% no cenário estimulado, quando é apresentada uma lista de candidatos. O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 33%.

A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Em seguida, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 6%, e Simone Tebet (MDB), com 1%. Os demais candidatos testados não pontuaram.

Não é possível comparar este levantamento com o do mesmo instituto realizado no mês passado, porque houve a inclusão do nome de Soraya Thronicke (União Brasil), além da saída de André Janones (Avante) e Pablo Marçal (Pros). Em julho, o ex-presidente liderava com 46%, e o chefe do Executivo tinha 28%.

O levantamento ouviu pessoalmente 2 mil eleitores em Minas Gerais entre os dias 6 e 9 de agosto. O nível de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-08299/2022 e custou R$ 122.625,00.

#AratuOnO uso de máscara voltou a ser recomendado em ambientes fechados e no transporte público em Feira de Santana. O decreto está publicado em edição do Diário Oficial Eletrônico desta sexta-feira (12/8).

A medida, de acordo com a Prefeitura, pretende reduzir os riscos de transmissão da varíola dos macacos (Monkeypox). Ainda conforme a publicação, é recomendada a higienização dos ambientes, disponibilidade de álcool gel e distanciamento social.

Inicialmente, a intenção do decreto seria obrigar o uso do item de segurança, mas a medida foi modificada para uma recomendação depois que o paciente, de 29 anos, infectado pela varíola dos macacos, informou, nesta quinta-feira (11/8), para a equipe de infectologia do município, que teria pegado a doença em outro estado. Ele disse, ainda, que só voltou para Feira de Santana depois dos primeiros sintomas. Pessoas que tiveram contato com o paciente não apresentaram sintomas da doença.

A transmissão da varíola dos macacos ocorre por meio de contato direto com a pessoa contaminada - espirros, tosse, fluídos durante o ato sexual e suor. A contaminação também se dá através das fezes, além de talheres e pratos compartilhados.

Erupções na pele (que também podem aparecer na região genital e anal), inchaço nos gânglios, dor de cabeça, febre intensa e dores no corpo são alguns dos sintomas. No município, o primeiro caso foi registrado em um jovem de 29 anos na última quarta-feira (10/8).

#AratuOn #FeiraDeSantanaAqui quem fala é...ele! Depois de estourar na internet durante a pandemia, anunciar uma pausa das redes sociais por conta de uma crise de esgotamento, "Esse Menino" (@essemenino) está de volta à ativa, levando para os palcos um espetáculo que fala sobre temas pessoais: vida, relacionamento, política, tudo isso "da perspectiva de um homem gay", como ele faz questão de deixar claro. Confira a entrevista completa que repórter Juana Castro fez com o artista, que falou, ainda, que está apaixonando e namorando um baiano, em: https://aratuon.com.br/variedades/Um jovem de 18 anos suspeito de roubar carros na Inglaterra achou que se enfiando dentro de um urso de pelúcia não seria descoberto pela polícia. Segundo o portal Extra, ele tinha roubado um Mitsubishi ASX e ainda saído sem pagar pelo combustível em maio.

Joshua Dobson, de Rochdale, na região metropolitana de Manchester, estava dentro de casa quando percebeu a aproximação de agentes da Great Manchester Police (GMP). Foi ai que ele teve a ideia de abrir o fundo do ursinho e entrar nele.

Os políciais perceberam que o gigantesco urso de pelúcia estava "respirando" num canto do imóvel. Os agentes da lei toparam o jogo de esconde-esconde, inspecionaram o brinquedo e prenderam o criminoso.

#AratuOnMorreu, na madrugada desta sexta-feira (12/8), aos 66 anos, o cantor baiano Zelito Miranda. Segundo informações da família do artista, ele faleceu devido a um problema pulmonar.

O sepultamento do forrozeiro, natural de Serrinha, está marcado para acontecer na tarde desta sexta-feira (12/8), às 16h30, no cemitério Bosque da Paz,em Salvador.

O FORROZEIRO

Nascido no município de Serrinha, a 175km de Salvador, foi um artista multifacetado. Embora sua intimidade com o triângulo tenha começado ainda na infância, aos oito anos de idade, Zelito trilhou por vários caminhos, das artes plásticas, ao teatro, ao cinema até chegar a música e ao forró.

Começou na música na música “um pouco depois”, aos 27 anos. Antes, fez parte da cultura alternativa de sua cidade, foi ator por 10 anos, é escritor e flertou com a MPB, o rock e tocou no Novos Bárbaros, grupo que fez sucesso nos trios elétricos na efervescente década de 80 na capital baiana.

Gravou o primeiro disco com um repertório daquilo que ele chama de MPN (Música Popular Nordestina) mas os pedidos de shows e gravações em forró foram, aos poucos, fazendo com que o artista assumisse a herança de Gonzagão como sua carreira.
 
Zelito faleceu com 40 anos de carreira e mais de 200 músicas no currículo, defendia cultura e a tradição do forró. Ele deixa a esposa Telma, maior parceira de sua vida, e as filhas Luiza e Clarice, que espera o primeiro neto de Zelito.

#AratuOn #ZelitoMirandaDinheiro compra felicidade? Existe quem diga que não, mas, no caso das garotas e garotos de programa, ele paga o prazer. Porém, para algumas pessoas, um ouvido atento parece ser mais gostoso do que sexo. Uma pesquisa revelou, nesta quinta-feira (11/8), que 50% dos pagantes pelos serviços eróticos buscam superar a solidão. 

Publicada pela empresa Viva Local - especialista em anúncios -, a pesquisa busca entender melhor por que as pessoas procuram os serviços de profissionais do sexo. Foram ouvidas mais de 7.500 pessoas, incluindo homens, mulheres ou casais que contratam e fornecem essas práticas. 

A solidão é o ponto central da pesquisa. De acordo com a estatística, 50% dos que contratam um serviço do gênero confirmam a redução no sentimento de solidão. Dentro dessa porcentagem, um grupo de 28% se sente menos solitário. Em seguida, 22% dos usuários afirmam que gostam do companheirismo. 

A pesquisa ainda trouxe outro número: 24% das pessoas relataram já ter contratado profissionais do sexo apenas para conversar e ter alguma companhia, sem atividade sexual envolvida. Do outro lado da moeda, 18% dos ouvidos pela Viva Local frisaram que já foram contratados apenas para conversar com os clientes, sem sexo. 

A Viva Local ainda ainda apontou que 99% dos entrevistados disseram acreditar que seus trabalhos/serviços ajudaram um cliente que estava sozinho. Outros 18% afirmaram que são contratadas(os) apenas como companhia.

A pandemia, momento característico pelo isolamento e solidão, também afetou no motivo das solicitações de programas. Mais de 57% relataram que experimentaram mais clientes buscando apenas companhia (sem sexo) desde o inicio da Covid-19.

#AratuOn
Ver Mais