O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, criticou as declarações do ministro da Educação (MEC), Milton Ribeiro, ao Estado de São Paulo, na última quinta-feira (24/9). Em nota enviada na noite de sexta (25/9), o baiano reclamou das declarações acerca de sexualidade.

LEIA MAIS: Ministro da Educação diz que volta às aulas não é tema para a pasta resolver; "a lei é clara"

"Em vez de tratar da sexualidade das pessoas, que definitivamente não é da conta dele, sugiro ao ministro o envio de apoio aos estados e municípios, sobretudo neste período de pandemia, em que o país ultrapassa as 140 mil vidas perdidas para a Covid-19", declarou.

O ministro havia dito que a homossexualidade "não é normal" e é fruto de "famílias desajustadas". "A opção que você tem como adulto de ser um homossexual, eu respeito, mas não concordo", afirmou. Além disso, Milton Ribeiro também defendeu a retomada das aulas presenciais na pandemia.

O secretário pediu que titular do MEC crie protocolos de reabertura. "Ele fala em voltas às aulas, mas sem garantias de segurança para a comunidade escolar e as famílias, sem medidas para o ensino remoto, nada. Preconceito tem; soluções, não", disse Jerônimo Rodrigues.

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.