Um assalto a uma fazenda na noite de sexta-feira (6/11) deixou uma mulher morta e seu companheiro espancado e feito de refém, na região do Cachorro Assado, municipio de Camacan, a 525 km de Salvador. De acordo com a polícia, o dono da fazenda era um soldado da polícia militar da 62ª Companhia Independente de Policia Militar (CIPM) e as vítimas são parentes dele.

Segundo a própria guarnição que atendeu a ocorrência, Pedro Gomes de Faria Junior, que é irmão gêmeo do policial, estava na fazenda com a esposa, Luma Layne, quando os bandidos invadiram o local. Três homens entraram atirando na fazenda e, ao encontrar com Pedro, teriam confundido com o policial, dizendo que sabiam que ele era PM e que queriam sua arma.

Ainda de acordo com as informações obtidas pela 62ª CIPM, um dos disparos atingiu a esposa de Pedro, que morreu no local. O homem foi espancado, amarrado e feito de refém, mas conseguiu fugir e chegar por volta de 5h deste sábado (7/12) à companhia, onde relatou o crime.

LEIA MAIS: Motoboy da maconha: suspeito que levava droga em moto é preso na Bahia

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.