O assessor especial do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Arthur Weintraub, anunciou nesta terça-feira (15/9), que deixará o governo federal para assumir um cargo na Organização dos Estados Americanos (OEA). A informação foi divulgada por ele, em um vídeo publicado em seu perfil no Twitter, junto ao presidente.

"Ao melhor presidente, um até breve. Não é um adeus", escreveu Arthur. Na gravação, ele disse que vai atuar um cargo na área de direito, mas não especificou qual a função. Já Bolsonaro desejou sorte ao assessor, e afirmou que as portão estarão abertas quando ele quiser retornar. 

Em junho deste ano o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, irmão mais velho de Arthur Weintraub, também deixou o cargo no governo federal para assumir uma função no Banco Mundial, por indicação. Ele se mudou para Washington, capital dos Estados Unidos, onde também fica localizada a sede da OEA.

Em seu próprio perfil no Twitter, Abraham comemorou a ida de Arthur. "Vou rever meu irmãozinho! Finalmente ele está chegando!", escreveu ele na rede social, compartilhando o mesmo vídeo.

LEIA MAIS: Ministro do STJ, Luis Felipe Salomão testa positivo para Covid-19 após ter contato com Fux

Acompanhe todas as notícias sobre o coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.