O grafiteiro Jailson Galdino Souza dos Santos, conhecido no meio artístico como Scank, foi executado na madrugada desta quinta-feira (13/2). A vítima, que tinha 27 anos, estava na companhia de um amigo identificado pelas iniciais A.J.dos.S, espancado pelos criminosos. De acordo com a Polícia Militar, o homicídio e tentativa ocorreram na localidade conhecida como Bate Facho, área considerada perigosa no bairro do Imbuí, em Salvador. 

O comandante da 39ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Boca do Rio/Imbuí), major Antônio Batista de Macedo, disse que as guarnições foram acionadas por volta das 2h40 e fizeram rondas no local para encontrar os autores do crime, sem sucesso. Scank morreu na hora, enquanto seu amigo foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada no bairro Guilherme Marback. O estado de saúde não foi informado. 

Scank

A.J conversou informalmente com os policiais militares. Segundo o oficial, ele teria alegado que estava na região para comprar vinho junto com Jailson. "Ele deu essa versão, mas acabou confessando que é usuário de drogas. Estamos apurando todas as informações", destacou o major.

Oficialmente, o caso está sendo apurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), por meio da 1ª Delegacia (DH/Atlântico). A Polícia Civil não confirma, mas surge uma versão para o assassinato: os dois rapazes seriam torcedores de um clube de futebol e foram surpreendidos pelos homens armados, que seriam rivais. Essa informação deve ou não ser confirmada no decorrer das apurações. 

PASSAGENS PELA POLÍCIA

Em 2014, Scank foi detido em flagrante pela Guarda Civil Municipal de Salvador (GCMS) por praticar atos de vandalismo junto com outros amigos. Eles estavam pichando estabelecimentos comerciais durante a madrugada em espaços públicos no centro de Salvador.

A pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, que estipula pena de detenção de 3 meses a 1 ano, e multa, para quem pichar, grafitar ou por qualquer meio conspurcar edificação ou monumento urbano. Existe ainda uma lei municipal que institui sanções para atos de vandalismo em Salvador, onde o vândalo terá que pagar uma multa que varia entre R$ 1 mil e R$ 1.000.000, que será graduada de acordo com o dano constatado.

TRABALHO

Scank é conhecido por diversos trabalhos de grafite espalhados pela cidade. Ele foi responsável, inclusive, pela pintura de uma das vacas da CowParade, comprada e exposta atualmente no Centro de Treinamento do Bahia, Evaristo de Macedo, no município de Dias D'ávila. Na época, inclusive, ele chegou a compartilhar o feito com uma postagem no Facebook e recebeu diversos elogios.

Familiares e amigos lamentaram a morte do grafiteiro nas redes sociais. O enterro do rapaz acontece às 14h desta sexta-feira (14/2) no Cemitério Municipal de Brotas, em Salvador. 

LEIA MAIS: Atriz mirim leva cantada de homem casado e expõe nas redes sociais; "mandei para sua esposa"

*Sob supervisão do editor, Jean Mendes 

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.