Flamengo e Vasco são os mais novos clubes de futebol a entrarem na campanha #NúmeroDoRespeito, movimento iniciado pelo Bahia. A ação está ganhando o Brasil e quer que o número 24, usado de forma pejorativa para fazer associações homofóbicas, passe a ser reconhecido pelas cores do respeito.

LEIA MAIS: VÍDEO: Bahia usa camisa 24 em homenagem a Kobe Bryant e combate à homofobia; torcedores comentam

A campanha iniciada pelo tricolor baiano tem apoio de uma cervejaria, que está, desde a última semana, convidando mais clubes a também vestirem a camisa com o número 24. Botafogo, Fluminense e Santos foram os primeiros a aderirem e, nesta semana, Flamengo e Vasco também abraçaram a causa.

BAHIA

No último dia 28 de janeiro, o volante Flávio vestiu a camisa de número 24, em jogo contra o maranhense Imperatriz, pela Copa do Nordeste. Além de protestar contra a homofobia, a iniciativa também foi uma homenagem à lenda do basquete, Kobe Bryant, morto em um acidente de helicóptero, nos EUA, no dia 26 deste mês. 

A ação veio, també, pouco depois de uma declaração polêmica do diretor do Corinthians, Duílio Monteiro Alves. Na apresentação do (também) volante Victor Cantillo, que vestia a camisa 24 na Colômbia, o atleta recebeu a de número 8. "24 aqui não", disse Duilio, na ocasião. Depois, quando criticado, o cartola pediu desculpas.

Veja, abaixo, o vídeo da ação do tricolor baiano:


LEIA MAIS: Vídeo mostra PM agredindo jovem negro em Salvador: "isso é cabelo de trabalhador?"

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.