O deputado federal Alexandre Frota (PSDB) foi condenado pela Justiça a pagar R$ 50 mil reais a Gerson Florindo, ex-presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) em Ubatuba, por danos morais. A decisão, da juíza Jane Franco Martins, da 40ª Vara Cível Central de São Paulo, foi publicada nesta segunda-feira (29/6). 

Durante a campanha eleitoral de 2018, o ator gravou e publicou nas redes sociais um vídeo, afirmando que o petista havia se disfarçado de eleitor de Jair Bolsonaro para atacar Fernando Haddad, que na ocasião estava em uma instituição religiosa em Brasília. No entanto, Florindo conseguiu provar à Justiça que não estava no local na data do ocorrido. 

Além da indenização, Frota deve publicar nota de retratação nas redes sociais por no mínimo 15 dias, sob multa de R$ 150 mil reais no caso de não cumprimento. A decisão da juíza é em virtude da grande visibilidade do vídeo, que alcançou mais de 15 mil visualizações no Twitter e 450 mil no Youtube.

O deputado ainda pode recorrer da decisão. 

LEIA MAIS: Sobe para 58,3 mil o número de mortes por Covid-19 no Brasil, segundo Ministério da Saúde

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003