De forma incisiva, o governador Rui Costa (PT) criticou nesta quarta-feira (9/10), mais uma vez, o anúncio de greve de PMs da Bahia feito na tarde de ontem (8/10) por uma associação. Questionado sobre a situação, durante inauguração de uma nova UTI infantil do Hospital Ana Nery, em Salvador, ele disse que estão tentando aterrorizar a sociedade, através de grupos do aplicativo WhatsApp.

Rui disse que espera pelas mãos firmes dos ministérios público do estado e federal, buscando responsabilizar atitudes isoladas e criminosas de pessoas que querem coagir e constranger a população baiana.

O governador foi enfático ao dizer que a Bahia não ficará de joelhos, pra políticos que no passado recente foram pegos com áudio, ameaçando tocar fogo em condução escolar pra botar a sociedade refém. "Nós não vamos ficar de joelhos pra criminosos, bandidos, que têm o título de político, constrangendo a sociedade"

ASSISTA: 


LEIA MAIS:"Ações de um mesmo grupo", diz Maurício Barbosa sobre vandalismos contra ônibus, lojas e bancos

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.