O avião com a banda do cantor Amado Batista fez um pouso de emergência na cidade de Jequié, localizada no Centro-Sul Baiano, neste último domingo (12/5). De acordo com o site Políticos do Sul da Bahia, o aeroporto estava sem iluminação e o avião ficou sobrevoando a cidade por alguns minutos. O avião só conseguiu pousar depois que alguns carros foram colocados na pista e com os faróis ligados deram a iluminação necessária para o piloto pousar. Ninguém ficou ferido.

VÍDEO:


A Prefeitura de Jequié emitiu nota informado que o Aeroporto Vicente Grillo é de domínio e responsabilidade do Governo do Estado da Bahia, ”cabendo a Prefeitura, em forma de cooperação técnica, a sua manutenção básica e a segurança do espaço interno e no seu entorno, durante seu uso esporádico”. O avião é de de propriedade da AB Promoções e Produções Artísticas e Gravadora Ltda EPP, CNPJ 47.509.120/0001-82, do cantor Amado Batista, que se apresentou em um evento privado na AABB de Jequié.

”Todos os comandantes de aeronaves conhecem bem, através do Sistema ROTEAR, quais os aeroportos no Brasil que possuem balizamento para operação noturna. Diante desse aspecto técnico, considerado básico para a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), qualquer piloto que tente o pouso noturno em aeroporto sem esses equipamentos, como é o caso de Jequié, assume toda e total responsabilidade pela operação, salvo em caso de emergência, que deve ser esclarecido e comprovado às autoridades militares logo após o pouso forçado".

A Prefeitura de Jequié, finaliza, informando que "o pouso dessa aeronave no Aeroporto Vicente Grillo, nas condições acima apresentadas, é de inteira responsabilidade do comandante da aeronave e que tal procedimento será comunicado a ANAC, com o objetivo de evitar procedimentos aéreos considerados de risco para a população e também o espaço aéreo da cidade”, concluiu a nota emitida pela assessoria de comunicação da Prefeitura, tendo informado também que Amado já estava na cidade, desde as 16h.

LEIA MAIS: Três detentos são mortos durante briga de facções em presídio do Pará

LEIA MAIS: Cinco suspeitos de ataque a bancos morrem em confronto com a PM